BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Copa do Brasil: Dedé quer cravar o nome na história do Cruzeiro conquistando o quarto título nacional

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Da Redação
Belo Horizonte, MG, 16 de outubro de 2018

O Cruzeiro encerrou, na manhã desta terça-feira (16/10), a preparação para a grande final da Copa do Brasil. O duelo contra o Corinthians acontece nesta quarta-feira (17), às 21h45, em Itaquera, em São Paulo. A Raposa joga pelo empate já que venceu a primeira partida por 1 a 0, no Mineirão, gol marcado por Thiago Neves.

Quem está animado é o zagueiro Dedé, que concorre ao lado de Jádson, do Corinthians, como Bola de Ouro da competição em 2018. Fábio também disputa a Luva de Ouro contra o goleiro Cássio, também do time paulista.

Com 137 partidas pelo Cruzeiro e 11 gols marcados, Dedé terá a chance de conquistar o seu quarto título nacional pela Raposa. O defensor é bicampeão brasileiro em 2013/14 e campeão da Copa do Brasil em 2017.

“Essa partida vai concretizar o bom trabalho que fizemos durante este período todo. Apesar de termos saído da Libertadores e ficado afastado do Brasileiro, o ano está sendo muito bom, com muitas decisões e graças a Deus, na grande maioria, fomos muito bem. Sabemos que será muito difícil jogar lá. Mas será importante demais para nossa temporada, para diretoria, torcida e atletas, cravar nosso nome na história do clube, com conquista inédita´´, disse.

Sobre a disputa da Bola de Ouro, o zagueiro celeste foi taxativo ao dizer que todo grupo teve a sua importância e que o melhor mesmo será a conquista do hexacampeonato e o bicampeonato consecutivo da competição.

“Eu e o Fábio temos o nome na disputa da Bola de Ouro, mas representamos todos os atletas, não acho que fui o melhor. Fico feliz, mas acho que junto com outros atletas fomos muito bem. Tem jogadores de qualidade que passam a carreira sem ter a chance de conquistar um título como este. Eu estou tendo oportunidade de ajudar agora dentro de campo´´, disse o mito da camisa 26.

Com relação ao adversário e a difícil missão de parar o Corinthians no Itaquerão, Dedé espera que o time possa repetir a boa atuação da primeira partida, quando anulou o adversário e sofreu apenas um lance de perigo no jogo. O zagueiro também não poupou elogios ao treinador Mano Menezes, que armou muito bem o time em todos os jogos.

“No Mineirão, o Corinthians tentou fazer jogo de contra-ataque. Nos resguardamos bem, nosso papel foi muito bom, eles praticamente não chutaram. Poderíamos ter saído com placar maior, criamos e cumprimos bem nosso papel. Agora, independentemente do que eles fizeram, o treinador vai passar o que temos de fazer´´, falou Dedé.

“Mano Menezes é um cara muito inteligente, conhece muito, tem muito mérito, estuda futebol, conhece os jogadores e treinadores também. Ele consegue ter visão e monta o grupo. Tenta fazer os jogadores cumprirem as funções necessárias. Temos jogado bem a Copa do Brasil, sabendo jogar em casa e também fora. Como visitantes ganhamos todos os jogos. Mas agora não vamos pensar nisso. Vamos tentar jogar, esquecer o que fizemos até agora. Serão dois gigantes e vai ter de ser na raça, no momento. As vitórias fora foram importantes, mas vamos tentar manter isso e temos condições de terminar o jogo com empate também´´, finalizou.

 

Fonte: assessoria de imprensa do Cruzeiro

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_