BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Copa do Brasil: Robinho confirma fama de carrasco corintiano e segue em alta com a camisa do Cruzeiro

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Da Redação
Belo Horizonte, MG, 18 de outubro de 2018

Sorriso de orelha a orelha. Assim está o meia Robinho, do Cruzeiro, um dia após conquistar o seu tricampeonato da Copa do Brasil. Além de dois canecos pela Raposa, o jogador de 30 anos também levantou o troféu da competição em 2015 pelo Palmeiras.

O tricampeonato já seria motivo de muita festa, porém, Robinho teve motivo extra para comemorar. Isso porque, ele foi o autor do gol que abriu a vitória cruzeirense por 2 a 1 contra o o Corinthians, em Itaquera. Foi a sexta vez que o meia balançou as redes do Timão e agora, junto com o São Paulo, passou a ser sua maior vítima da carreira.

“Já são mais de 100 gols na carreira e poder ter Corinthians e São Paulo, dois gigantes do futebol brasileiro, como os clubes em que mais marquei gols é algo que me deixa muito feliz. Sou jogador que gosto de atuar nessas partidas grandes e tenho tido felicidade ultimamente seja com gols ou assistências. Espero continuar sendo abençoado nesses confrontos de peso e ajudando minha equipe´´, declarou o camisa 19 cruzeirense.

Com o tento anotado na final da Copa do Brasil, Robinho se consolidou na liderança como jogador que mais participou de gols do Cruzeiro em confrontos de mata-mata nesta temporada. No total, o meia teve contribuição direta em oito tentos (um gol e sete assistências), somando Campeonato Mineiro, Copa do Brasil e Libertadores. Thiago Neves foi o segundo colocado com sete participações.

“Fomos campeões do Mineiro e Copa do Brasil. Ficou a frustração da Libertadores. Mas, foi um ano que crescemos nessas partidas decisivas, de mata-mata. Fico contente de ter dado minha parcela de contribuição para oito gols em partidas eliminatórias, principalmente porque superamos gigantes nessas competições´´, enfatizou Robinho, que tem 118 partidas pela Raposa.

Em 2018, Robinho já participou de 52 jogos. Até então, a temporada que ele mais atuou foi em 2013, quando participou de 54 duelos pelo Coritiba.

“Me preparei muito bem para ter um ano abençoado. Foram dois títulos e já tenho 15 participações diretas para gols. Seria bacana, para coroar a o ano, quebrar esse recorde de jogos numa mesma temporada. Faltam apenas três partidas e vou correr atrás disso. Também temos que brigar para colocar o Cruzeiro numa posição melhor na tabela da Série A´´, reforçou uma das referências alvicelestes.

Vale ressaltar que o título da Copa do Brasil foi a 10ª final que Robinho disputou na carreira. Ele só perdeu duas decisões: 2009 pelo Santos e 2015 pelo Palmeiras, ambos pelo Campeonato Paulista. Em seu currículo, além do tricampeonato da Copa do Brasil, o meia carrega títulos estaduais em Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Minas.

Eufórico com várias estatísticas positivas, Robinho também faz questão de dividir os méritos com os companheiros.

“Trabalhamos ao longo desta temporada no melhor estilo mineiro. Bem quietinho. Acabou dando certo. Nosso elenco é muito forte, acostumado a grandes jogos e muito ambicioso por títulos´´, finalizou.

Maiores vítimas de Robinho na carreira:

Corinthians e São Paulo – 6 gols marcados em cada equipe

Palmeiras, Grêmio e São Bento – 4 gols marcados em cada equipe

Jogadores do Cruzeiro que mais participaram de gols em mata-mata na temporada 2018:

1º lugar – Robinho – 8 participações

2º lugar – Thiago Neves – 7 participações

3º lugar – Raniel e Arrascaeta – 6 participações

 

Fonte: AV

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_