BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Série A: Andrés Sanchez critica faculdade que pediu ao Corinthians a penhora da taça do título mundial

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Da Redação
São Paulo, SP, 8 de novembro de 2018

Na tarde desta quinta-feira (8/11), no CT Dr. Joaquim Grava, o presidente do Corinthians, Andrés Sanchez concedeu coletiva, para falar sobre uma faculdade, que tem pendência financeira com o clube, e entrou na Justiça pedindo a penhora do troféu do Mundial de Clubes.

“Pelo menos o Corinthians tem taça de Mundial, duas, para penhorar, né? Temos terrenos, ônibus, carros, patrimônios, mas quiseram (Instituto Santanense) a taça do Mundial, é provado que o Corinthians tem dois Mundiais, e quiseram isso. É um processo de 2005 ou 2006, não lembro, era uma faculdade que tinha no Parque São Jorge, teve rompimento, as duas partes entraram na Justiça, tanto a faculdade como o Corinthians, eles têm a receber e nós também. Estamos há dois meses negociando um acordo, estava bem adiantado, mas infelizmente os advogados queriam uma nota midiática e fizeram esse negócio da taça´´, criticou Andrés, emendando.

“Em 48 horas vamos resolver, sem problemas, não tem mais acordo, vamos pagar e depois esperar o processo para receber nossa parte. Mas é uma ação midiática, os advogados devem torcer para outro time e fizeram isso. Temos terrenos, ônibus, patrimônios, quanto vale a taça no valor financeiro? Mas é direito deles´´, ironizou.

Planejamento para 2019

“Já tem os nomes que vão voltar. Os que a gente não conseguir emprestar vai ficar aqui. O que queremos são dois ou três desses emprestados. Volto a repetir para o torcedor, não vou pagar 800, 900 mil reais, como tem clube pagando. Não vou fazer essa loucura novamente. Não posso trazer um jogador que não sei se vai dar certo por 900 mil reais. Vamos trazer reforços sim, mas com os pés no chão. Tem que vir jogadores mais prontos, mais certos. Estamos trabalhando. Ano que vem o Corinthians vem forte. Nosso time não é tão medíocre como dizem.´´

Balanço da temporada 2018

“Em 2016 perdemos comissão técnica, vários jogadores. Em 2017 tivemos tempo e fomos campeões. No final do ano, perdemos jogadores, e em 2018 fomos campeões paulistas. Novamente perdemos jogadores, auxiliares, tudo. É normal que tenha problema. Trouxemos jogadores jovens, tivemos que antecipar etapas. Alguns que estão aqui não deviam nem ter estreado ainda. Apesar das dificuldades, fomos vice da Copa do Brasil. Acharam que iríamos ser massacrados pelo Flamengo e perdemos para o Cruzeiro por erros individuais. Quando tem dificuldade, volta forte no ano que vem, mas não vou pagar 900 mil para jogador. No futebol brasileiro não cabe isso. Vou ganhar o título aí vão falar que atrasou pagamento, isso e aquilo. É difícil, futebol tem que ter tempo, não é do dia para a noite. Tem que montar time para vir forte no ano que vem.´´

VAR no Brasileirão

“Sou a favor do VAR, mas votei contra pelo valor, que era o dobro do Campeonato Português. Quem nos explicou também não sabia como iria funcionar. Em que lance o VAR vai interferir? Como? Eu tenho que dar satisfação todo dia porque o time perdeu, foi mal, está perto do rebaixamento, mas o Coronel Marinho não fala nada. Ele tem que explicar porque está tendo tanto erro nesse ano. Mas eu sou a favor do VAR, não fui contra. Eu fui contra o valor e as coisas que falaram, nem o cara lá explicou direito. Tem o protocolo da Fifa, mas como? Vocês mesmo já reclamaram de decisões do VAR. Se o VAR for interpretativo, não precisa ter.´´

 

 

Fonte: assessoria de imprensa do Corinthians

 

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_