BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Série A: “O campeonato não acabou, iremos lutar até o final”, disse Leandro Castan sobre luta do Vasco contra o rebaixamento

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Da Redação
Rio de Janeiro, RJ, 14 de novembro de 2018

A torcida compareceu em grande número ao estádio de São Januário, no Rio de Janeiro (RJ), e empurrou o Vasco do primeiro ao último minuto diante do Atlético (PR). Dentro de campo, o Gigante da Colina saiu na frente com Thiago Galhardo, de pênalti, mas acabou sofrendo o empate no derradeiro lance da partida. O resultado impediu o time cruzmaltino de dar um salto na tabela e se afastar do incômodo Z4 do Brasileirão.

Já o zagueiro Leandro Castan, ex-time de Parque São Jorge, lamentou a não conquista do resultado positivo dentro do Caldeirão. Na avaliação do camisa 25, o Vasco até merecia sair de campo com os três pontos, mas acabou sendo castigado pela falta de “malandragem” no momento que o Furacão possuía o controle do jogo dentro da Colina Histórica. “Ainda dependemos apenas das nossas próprias forças. Iremos lutar mais ainda. Apesar de tudo que está acontecendo, a equipe está lutando”, disse Castan.

“O segundo tempo foi difícil, mas mesmo assim tivemos chances para marcar. Saímos duas vezes na cara do goleiro, algo que a equipe deles não fez. O que está faltando é aquela confiança para matar o jogo, aquela malandragem para segurar o jogo, respirar dentro da partida. Ficamos chateados no vestiário, porém ainda faltam quatro jogos. Sabemos das dificuldades, mas iremos lutar até o final, até porque o campeonato não acabou”, afirmou.

De acordo com o defensor vascaíno, os pontos desperdiçados no duelo contra o Furacão podem fazer falta na luta que o time de São Januário trava contra o rebaixamento para a Série B do Campeonato Brasileiro na próxima temporada. O próximo adversário do Cruzmaltino é o time de Parque São Jorge, que também corre risco de queda. “Esses pontos já estão fazendo falta agora, mas temos que unir forças. Não adiantar querer achar culpado”, explicou.

“Estamos fechados dentro do vestiário e sabemos que agora vamos ser muito cobrados. Eu estou aqui para também assumir a responsabilidade e proteger os meus companheiros. É o momento de deixar o ambiente o mais tranquilo possível para a rapaziada conseguir jogar e nos livrarmos o quanto antes desse risco de queda”, concluiu.

Na 14ª colocação do Campeonato Brasileiro da Série A com 39 pontos conquistados em 39 jogos realizados, o Vasco encara neste sábado, 17, ás 19h, na Arena São Paulo, em São Paulo(SP), o time de Parque São Jorge, 13° colocado na competição nacional com 40 pontos ganhos. A partida é válida pela 35ª rodada. Os seis primeiros colocados garantem vaga na próxima edição da Copa Libertadores.

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_