BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Copa Paulista: Deu empate entre Votuporanguense e Ferroviária no primeiro duelo da grande decisão

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Luiz Ademar (Blog do Futebol Caipira)
São Paulo, SP, 25 de novembro de 2018

Tudo igual no primeiro duelo entre os finalistas da Copa Paulista de 2018, que dará ao campeão, além da premiação de R$ 250 mil, o direito de escolher a vaga na Série D do Campeonato Brasileiro ou na Copa do Brasil de 2019. O vice ganhará R$ 150 mil e ficará com a vaga restante! Em Votuporanga, na manhã deste domingo (25/11), com mais de cinco mil torcedores na Arena Plínio Marin, Votuporanguense e Ferroviária ficaram no empate por 1 a 1. Bruno Baio abriu o placar para o time da casa, chegando ao 10º gol e assumindo a vice-artilharia da competição (Felipe Fumaça, do eliminado Olímpia, tem 11 gols). Porém, Caio Mancha empatou e alcançou oito gols.

O confronto de volta da “grande final caipira´´ acontece no próximo domingo (2/12), às 11 horas, na Arena Fonte Luminosa, em Araraquara. Empate levará a decisão para as cobranças de pênaltis. Quem vencer dará a volta olímpica e festejará mais um caneco para a sua coleção.

Sabendo do favoritismo da Ferroviária, que chegou pela terceira vez consecutiva na final da Copa Paulista, o Votuporanguense tirou proveito dos fatores campo e torcida e partiu com tudo ao ataque no primeiro tempo. E a tática deu certo, fazendo a Locomotiva de Araraquara levar sufoco.

Dudu teve grande chance de abrir o placar aos 16 minutos, mas a bola tirou tinta da trave. A Ferroviária, marcando forte, levou perigo apenas em jogadas de bola parada. Na melhor delas, aos 24 minutos, Léo Artur exigiu boa defesa de Bruno.

De tanto martelar no ataque, o Votuporanguense abriu o placar aos 43 minutos. E foi em linda finalização do artilheiro Bruno Baio, que de fora da área acertou forte e não deu chance para o goleiro Gabriel Leite.

Na etapa final, colocando a bola no chão e priorizando a troca de passes e triangulações pelos lados do campo, a Ferroviária dominou a partida. O Votuporanguense, até pelo sol forte, passou a marcar mais e sair apenas em contra-ataques.

Quando o jogo parecia controlado pelo time da casa, a Ferroviária, bem ao seu estilo, chegou ao empate aos 36 minutos. Em cruzamento pelo lado esquerdo, a bola foi cruzada na área e o oportunista Caio Mancha subiu com maestria para acertar linda cabeçada, mandando a bola no ângulo: 1 a 1.

FICHA TÉCNICA

VOTUPORANGUENSE 1 x 1 FERROVIÁRIA

Final – Jogo de ida

Local: Arena Plínio Marin, em Votuporanga
Árbitro: Salim Fende Chavez, auxiliado por Alex Ang Ribeiro e Alberto Poletto Masseira
Renda: R$ 54.540,00 – Público: 5039 pagantes
Gols: Bruno Baio, aos 43 minutos do primeiro tempo. Caio Mancha, aos 36 minutos da etapa final

Votuporanguense
Bruno; Sávio, Renato Justi, Paulo Henrique e Matheus Destro; Alisson, Ricardinho, Dudu (Léo Santos) e Léo Aquino (Luis Guilherme); Bruno Baio e Erick Salles (João Marcos)
Técnico: Rafael Guanaes

Ferroviária
Gabriel Leite; Vinicius Pedalada (Raniele), Elton, Gualberto e Arthur; João Cleriston (Caique), Felipe Matheus e Léo Artur; Tom (Richard), Caio Mancha e Felipe Ferreira
Técnico: Vinicius Munhoz

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_