BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Série A: Após se despedir do futebol com vitória, Renato já corre atrás de treinador para o Santos

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest
renato

Da Redação
Santos, SP, 25 de novembro de 2018

A vitória do Santos por 3 a 2 em cima do Atlético-MG, na noite de sábado (24/11), pela 37ª e penúltima rodada do Campeonato Brasileiro, marcou duas despedidas. A primeira delas do técnico Cuca, que fez o último jogo no alçapão santista antes de abandonar o cargo para tratamento de saúde. A outra foi do ídolo Renato, que já havia anunciado que se despediria do futebol no final da temporada e, a convite da diretoria do Peixe, assumiria o cargo de executivo de futebol.

“Foi um dia especial. Sou agradecido por tudo que o Santos fez por mim e por tudo que consegui fazer na carreira e pelo Santos. Fui vitorioso e espero começar com o pé direito, em 2019, com o mesmo sucesso, ao lado da diretoria, comissão técnica e jogadores, na minha nova função de dirigente´´, disse Renato.

Com a vitória diante do Galo, o Santos assumiu provisoriamente a nona colocação na tabela de classificação. Mas não tem nenhuma chance de disputar a Libertadores. A vaga confirmada será na Copa Sul Americana de 2019. A despedida do Brasileirão acontecerá diante do Sport, na Ilha do Retiro, no primeiro domingo de dezembro (2/12).

Após a decisão de Cuca em dar um tempo no futebol para fazer cirurgia cardíaca, Renato, que mesmo à disposição do treinador, já vinha trabalhando ao mesmo tempo ao lado da diretoria, já começa a sondar nomes. O experiente Abel Braga é o favorito, mas o seu salário é considerado muito alto. Uma negociação já vem acontecendo oficialmente.

“Estamos olhando vários treinadores. Claro que quem está desempregado tem a preferência e a imprensa vai em cima deles. Queremos definir o quanto antes, pois temos carências no elenco e  não podemos começar o planejamento sem contratar um treinador. Vou passar os nomes para o presidente, que aprovará ou não´´, disse o ex-jogador e agora cartola.

Já em relação aos amigos Diego, atualmente no Flamengo, e Robinho, atuando na Turquia, Renato preferiu ficar em cima do muro.

“São jogadores que dispensam comentários. O Diego tem contrato com o Flamengo e respeito isso. O Robinho disse que está esperando eu ligar para ele, mas tudo é um brincadeira. Faço parte de um grupo de whatsapp com os dois, da turma que foi campeã brasileira em 2002. Primeiro vamos definir o treinador e depois definir os jogadores que pretendemos contratar para 2019´´, despistou Renato.

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_