BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Paulistão: Mazola Júnior, de família pontepretana, avisa que chegou mais um macaco para o bando

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Da Redação
Campinas, SP, 18 de dezembro de 2018

A manhã desta terça-feira (18/12) vai ficar marcada na história do técnico Mazola Júnior. O novo comandante da Ponte Preta retornou ao clube, onde iniciou sua trajetória no futebol – primeiro como atleta e depois como treinador, ambos na categoria de base – e mostrou toda a satisfação em vestir a camisa do clube, que é declaradamente torcedor. Com raízes pontepretanas, relembrou com emoção do pai, Zuza, que faleceu no ano passado e que sonhava em ver o filho treinando o time do coração. O dia chegou e ele mostra muita vontade em querer escrever uma grande história pela Macaca.

“É um orgulho e um prazer muito grande. Vocês não imaginam a satisfação que estou tendo em voltar para casa. Não é novidade para ninguém, que até o bairro que eu nasci chama-se Ponte Preta. Fui criado aqui, atrás da linha do trem. Sou filho de Zuza. Pontepretano mais doente que eu conheci na minha vida e estou muito satisfeito em poder voltar a trabalhar em um clube, que fui criado, que nasci e que torço do fundo do meu coração. Quero dizer ao torcedor pontepretano, que tem mais um macaco para o bando da macacada. Estamos juntos e vamos fazer grande trabalho. Não tenho dúvida nenhuma disso´´, afirma o técnico, que acrescenta.

“Infelizmente meu pai já não está aqui, mas é um sonho também do seo Zuza. Aqui foi que eu comecei como atleta, comecei em comissão técnica também e é sonho muito grande, do meu falecido pai, que eu viesse assumir a Ponte Preta. Tudo tem seu tempo, e nesse momento estou muito preparado para enfrentar esse desafio. Sabemos que é um momento importante do clube e já estamos habituados. Tenho certeza que vamos conseguir fazer grande trabalho. Não tenho dúvida disso´´, ressalta o técnico, que se emocionou ao receber do presidente José Armando Abdalla Júnior, uma camisa da Ponte, com o nome do pai nas costas.

Para Mazola, o pai deve estar fazendo festa no céu e essa referência que carrega é um motivo que o enche de brio para trabalhar muito em prol da entidade.

“Por trás do torcedor existe o profissional. Eu completei 15 anos como treinador principal, no profissional. Isso caleja e com certeza vamos saber dividir bem o torcedor, do treinador. Até porque eu vivo em Campinas, sempre mantive minha residência fixa aqui e frequento, como todo cidadão campineiro, vários lugares. Sei da responsabilidade que vem sobre o cargo de treinador da Ponte´´, destaca.

Tendo participado da Série B oito vezes seguidas, Mazola acredita que era o momento de concretizar esse acerto com a Ponte, para levar ela ao lugar que merece. Mas antes de focar no campeonato nacional, o desafio vai ser forte também no Paulistão.

“Tenho três participações no Campeonato Paulista e é o estadual de nível técnico e competitividade maior. Estamos vindo para um clube que tem tradição muito grande na competição. A Ponte, no meu modo de entender, é um dos grandes do estado de São Paulo´´, ressalta o treinador, que fala sobre a montagem do elenco.

“Eu não contrato ninguém. Não faz parte do meu perfil. Eu não sou representado por nenhum empresário, não faço parte de nenhum fundo de investimento. Não participo do negócio futebol. Quem contrata é o clube. É lógico que vou ter participação e pedi ao presidente, no primeiro dia, o poder de veto. Do jeito que está o mercado, devido a tudo que aconteceu, principalmente depois da Lei Pelé, o negócio no futebol está muito complicado. Ainda mais nessa época do ano. Mas temos convicção que a camisa, e tradição da Ponte Preta vai facilitar para que montemos belo grupo de trabalho, com jogadores que tem DNA parecido com o que a Ponte necessita e principalmente na competição mais importante do ano, que é a Série B´´, completa.

Fonte: assessoria de imprensa da Ponte Preta

 

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_