BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Maranhense: Proposta do Sampaio Corrêa evita fim da carreira do volante Ton Abreu de apenas 22 anos

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Antônio Boaventura
São Luís, MA, 24 de dezembro de 2018

O futebol é realmente uma verdadeira caixinha de surpresa. A proposta do Sampaio Corrêa aos 45 do segundo tempo impediu que o jovem volante Ton Abreu, 22 anos, pudesse colocar um ponto final em sua carreira. O atleta, que construiu sua carreira no futebol gaúcho com passagens por Aimoré, Pelotas e São Paulo (RS), considera a oportunidade de defender o Bolívia do Nordeste como sua grande chance na carreira, e espera recolocar o time maranhense novamente na Série B do Campeonato Brasileiro.

“Sinceramente, eu estava quase desistindo da minha carreira. Quando meu empresario me falou sobre a proposta do Sampaio eu sabia que era uma grande oportunidade e não pensei duas vezes, me identifico muito com clubes que tem historias de luta e conquistas, clubes que tem torcida de massa, quando soube do Sampaio no primeiro momento não acreditei”, explicou o volante Ton Abreu.

Entusiasmado com a chance de defender as cores do atual campeão da Copa do Nordeste, Abreu revelou que sonha em jogar com o estádio Castelão, em São Luís (MA), lotado de torcedores do Sampaio Corrêa. Além desta perspectiva, o volante ressalta que seu maior propósito é conquistar título pelo clube do Maranhão e elevar seu patamar profissional no futebol nacional.

“Acho que seria impossível não ficar motivado em defender um clube tão grande como o Sampaio [Corrêa]. Só conseguia pensar em jogar com o estadio cheio, em comemorar vitórias com toda torcida gritando pelo nosso time, foi minha maior motivação, conquistar grandes coisas pelo Sampaio e consequentemente crescer como profissional”, declarou o volante.

Ton Abreu entende que é possível recolocar o Bolívia do Nordeste na Série B do Campeonato Brasileiro. Na próxima temporada, a equipe irá disputar o terceiro nível do futebol brasileiro, em função do rebaixamento neste ano. Entretanto, o mesmo demonstrou estar confiante em bons resultados nas competições que o clube maranhense terá pela frente no ano de 2019.

“Significa muito e todo jogador tem o desejo de jogar em um clube grande, um clube com tradição e com torcida. E o Sampaio tem tudo isso. É o maior clube do estado e um dos maiores do nordeste, to muito feliz e confiante com essa grande oportunidade. Será um caminho difícil com certeza, mas vamos trabalhar e nos esforçar muito para colocar o Sampaio no lugar onde ele merece estar”, concluiu.

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_