BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Copa SP: “Quero seguir na ‘Copinha’ até a final no dia 25”, disse o técnico e atleta Diego Souza, do Taboão da Serra

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Antônio Boaventura
Capão Bonito, SP, 05 de janeiro de 2019

Inovação e ousadia são aspectos que passaram a fazer parte do cotidiano do Taboão da Serra. E para este ano, além das contratações de atletas renomados do futebol nacional para a disputa do Campeonato Paulista da Série A3, o CATS encontrou dentro de seu próprio elenco uma solução caseira para o comando técnico de sua equipe Sub-20 que disputa a 50ª edição da Copa São Paulo. O selecionado da Grande São Paulo aposta em Diego Souza, ex-meia do Palmeiras, que fica nesta condição até o final da participação do Taboão na “Copinha”.

“Eu vou até o final aqui como técnico do Sub-20. Estou focado e sei que no profissional a estreia é no dia 19 contra o Audax. Eu sei de tudo. Mas, eu vou até o final e ficado aqui. Espero que até o dia 25 de janeiro, até por que este é o nosso objetivo. Me apresento no profissional somente depois que acabar aqui”, disse o meia e técnico Diego Souza, que foi vice-campeão da Copa São Paulo em 2003 com o Palmeiras.

Com 34 anos e ainda em atividade, Souza valorizou a oportunidade concedida pelo Taboão da Serra e espera seguir esta função quando encerrar sua carreira como atleta. De acordo com o próprio atleta, esta condição deve ser oficializada em até sete anos. O mesmo revelou que assumir o comando técnico do CATS nesta atual edição da Copa São Paulo não estava em seus planos, já que estava em pré-temporada com o elenco que irá disputar o terceiro nível do futebol paulista.

“Essa experiência como treinador está sendo única. É o que amo fazer. Estou no futebol desde os 10 anos de idade e essa minha ida como treinador não foi planejada. Tenho 34 anos e ainda estou em atividade como atleta profissional. É prazeroso estar nesta função de treinador. Estou gostando e aprendendo”, explicou.

Diferente de outros anos, a cidade de Taboão da Serra (SP) deixou de ser sede da principal competição de categoria de base do País. E por esse motivo, o CATS teve de se deslocar para a cidade de Capão Bonito (SP), sede do grupo 24. A estreia do Taboão da Serra foi justamente contra a equipe local, o Elosport. A partida terminou com o placar em branco. Neste domingo, 06, a equipe da Grande São Paulo encara o Londrina. Já o técnico Diego Souza acredita que o fato de boa parte do elenco ter disputado a Copa Paulista está facilitando o trabalho.

“Os meninos jogaram comigo na Copa Paulista e conhecem o meu estilo e isso também facilitou. Não entrei em um time novo e estávamos em uma preparação a mais de seis meses. Está sendo legal e produtiva para a minha outra carreira. Estou estudando e aprendendo bastante para quem sabe daqui uns seis ou sete anos está melhor preparado”, concluiu.

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_