BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Florida Cup: Inconformado com jejum de títulos do São Paulo, Hernanes chega com a obrigação de vencer

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Da Redação
Orlando, EUA, 7 de janeiro de 2019

“O São Paulo é muito grande para ficar tanto tempo sem conquistar títulos. O que eu trago é a inconformidade com essa espera absurda de tempo por títulos´´. As primeiras palavras de Hernanes durante a sua apresentação nesta segunda-feira (7), em Orlando (EUA), mostram a ambição do Profeta em fazer história no Tricolor novamente.

“Com certeza darei a minha parcela de contribuição, pois vencer para mim é questão de obrigação, ainda mais vestindo essa camisa muita pesada. Esse sentimento que quero transmitir, focado e com certeza esse sentimento já é de grande valia. Aqui no São Paulo só está bem se está ganhando. Temos de estar inconformados até levantar um troféu e fazer campanhas dignas´´, afirmou o meia, que emendou.

“A pressão tem de existir. Ela existe mesmo e é boa. Quando a gente estuda química entende que se muda a pressão algumas equações não acontecem. Num clube como o São Paulo tem de existir pressão mesmo. Os jogadores que estão aqui estão acostumados a lidar com a pressão e dar o melhor de si. Não tem como eu não sentir que faço parte da história vitoriosa de um clube gigante´´, apontou.

Durante o bate-papo com os jornalistas, Hernanes também destacou o elenco e o planejamento do clube para a temporada.

“Vemos o salto que foi dado, um salto grandioso. Em 2017 lutou por uma coisa, em 2018 o clube se reformulou e fez ótima campanha. Tanto que voltamos para a Libertadores este ano. Natural e normal que mantendo a qualidade e trazendo outros nomes importantes, a tendência é que outro salto aconteça´´, avaliou o jogador, que acrescentou.

“O sonho vem antes de qualquer coisa. A gente trilhou alguns caminhos, aprendeu alguns caminhos, sabe que o sonho é importante, mas mais do que o sonho é o planejamento, a dedicação que vamos ter com o dia a dia com o trabalho, com a plantação. Sempre digo que temos de pensar muito mais no momento de plantar pois a colheita é natural, vem como consequência do que tu plantou. Profecia não vem por vontade humana. Vem por inspiração e no momento certo os momentos proféticos irão acontecer´´, finalizou.

Fonte: assessoria de imprensa do São Paulo

 

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_