BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Catarinense: Depois de três anos, goleiro Zé Carlos volta e reforça o Brusque nesta temporada

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Da Redação
Brusque, SC, 16 de janeiro de 2019

Na noite desta quarta-feira, 16, o goleiro Zé Carlos, 33 anos, atingiu a marca de sete disputas do Campeonato Catarinense em sua carreira. Em mais uma passagem pelo Brusque, o experiente arqueiro passou por vários clubes do estado de Santa Catarina em sua carreira. Ele também ressaltou que o Campeonato Catarinense é um dos mais disputados do País. O duelo de estreia pela competição regional contra o Joinville terminou empatado em 1 a 1.

“Conheço bem o catarinense, e na minha opinião, está entre os mais disputados e difíceis dos estaduais. Essa será a minha sétima experiência na competição e minha segunda passagem pelo Brusque. Em 2016 joguei a série D aqui, logo após conquistar o título do Paulista A2 com o Santo André, e agora quero contribuir com um título aqui também”, comenta o goleiro Zé Carlos.

Das dez equipes que disputam a elite de Santa Catarina, o arqueiro também já vestiu a camisa do Criciúma, Avaí, Atlético Tubarão (SC) e Marcílio Dias, e para Zé Carlos, são equipes que sempre brigam pelo lugar mais alto da tabela. “Claro que tudo muda com o tempo, mas são times grandes e que querem manter o seu nome no topo, todas as partidas terão suas dificuldades, mas queremos dar trabalho e sair com o melhor resultado”.

Hélio Paraíba marcou o gol dos donos da casa, enquanto Rafael Grampola deixou tudo igual para o JEC. A partida foi disputada no estádio Augusto Bauer, em Brusque (SC). O veterano Zé Carlos atuou pelo time do Vale do Itajaí em 2016, e hoje, entrou em campo para mais uma competição do seu estado natal. Na rodada seguinte, o Brusque encara o Hercílio Luz longe de seus domínios.

Ao falar dos seus companheiros, o goleiro comenta sobre sua confiança nos parceiros de defesa e vontade dos jogadores do setor ofensivo. “Já joguei com a maioria deles, tanto aqui no Brusque, como em outros times também, e já tenho uma certa intimidade com os parceiros do setor defensivo, confio neles e sei que serão fundamentais na partida, e por outro lado, os caras do meio de campo para frente são ligeiros, se doam muito e vão incomodar a defesa dos adversários”, finalizou.

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_