BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Copa SP: Após empate com Cruzeiro no tempo normal, São Paulo vence nos pênaltis e vai às semifinais

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Luiz Ademar
Araraquara, SP, 18 de janeiro de 2019

Mesmo com quatro jogadores na Seleção Brasileira Sub-20, que vai disputar o Sul-Americano, outros no profissional, como Helinho, e além dos problemas de desfalques por lesão (Gabriel Sara), o São Paulo driblou os problemas e garantiu classificação para as semifinais da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Mas não foi fácil. O Cruzeiro, adversário que trabalha bem a base e tem muita competência, foi valente o tempo todo e arrancou empate por 1 a 1, no tempo normal, quinta-feira (17/1) à noite, no estádio da Fonte Luminosa, em Araraquara.

Na decisão por pênaltis, o São Paulo superou o Cruzeiro por 6 a 5, graças a estrela do goleiro Thiago Couto, e carimbou passaporte para as semifinais. O adversário será o Guarani, que na quita-feira à tarde superou o Figueirense por 2 a 1. O duelo paulista será na próxima terça-feira (22/1), em local que será definido pela FPF.

O Cruzeiro havia sofrido apenas dois gols na Copinha. Porém, a sua zaga falhou logo aos quatro minutos, e, após bate-rebate, a bola sobrou limpa para Paulinho fazer 1 a 0 para o São Paulo.

No primeiro tempo, o Tricolor tomou conta do jogo e criou as melhores oportunidades para ampliar. Na melhor chance, Fabinho exigiu grande defesa de Jonathan. Assustado, a Raposa cresceu nos minutos finais, quando Caio só não deixou tudo igual porque o goleiro Thiago Couto mostrou arrojo e salvou com os pés.

Na etapa final, o Cruzeiro voltou atacando o São Paulo. E em jogada de muita sorte chegou ao empate. Após  cobrança de escanteio, o atacante Vinícius Popó testou forte, o zagueiro Tuta tentou cortar e a bola explodiu no goleiro Thiago Couto e entrou: 1 a 1.

Sem medo de cara feia, o São Paulo voltou a dominar. Mas o valente Cruzeiro criava ótimas chances nos contra-ataques. Nos minutos finais, o atacante Gabriel Novaes, o artilheiro isolada da Copinha com nove gols, sofreu falta e revidou dando tapa no rosto do adversário e foi expulso. E o atacante Leonardo, do Cruzeiro, perdeu gol incrível minutos antes da partida ser encerrada.

Nos pênaltis não faltaram emoções. Marco Antônio (Cruzeiro), Ed Carlos (São Paulo), João Luiz (Cruzeiro) e Morato (São Paulo) marcaram 2 a 2. Na terceira cobrança, Leonardo (Cruzeiro) perdeu e Tuta (São Paulo) marcou: 3 a 2. Os dois times marcaram a quarta cobrança Jonathan Monteiro (Cruzeiro) e Fassol (São Paulo): 4 a 3 Tricolor.

Na quinta e última cobrança, Adriano marcou para o Cruzeiro, e bastava Vitinho marcar para classificar o São Paulo. Mas ele parou no goleiro Jonathan: 4 a 4. Nas cobranças alternadas, Thiago Couto pegou a cobrança de Liberato, mas Cássio deu cavadinha e errou: seguiu 4 a 4.

Na segunda cobrança alternada, Edu (Cruzeiro) e Diego (São Paulo) marcaram: 5 a 5. Em seguida, Paulo (Cruzeiro) cobrou e Thiago Couto pegou outro pênalti. Sena bateu e assegurou classificação do Tricolor: 6 a 5.

 

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_