BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Copa SP: Antony, Gabriel Novaes e Thiago Couto são os grandes personagens do quarto título do São Paulo

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Luiz Ademar
São Paulo, SP, 25 de janeiro de 2019

O São Paulo começou a ganhar o quarto título da Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2019 fora de campo. Tudo começou em Araraquara, quando a jovem torcedora Larissa, que está em tratamento de um câncer, entrou em campo com Antony, de quem é fã, e virou a mascote tricolor. Antes da final, contra o Vasco, nesta sexta-feira (25/1), todos os jogadores do Tricolor rasparam a cabeça em homenagem a garota, que está carequinha por causa do tratamento médico. Se serão craques os são-paulinos? Não sei! Se brilharão no profissional? Também não sei! Mas, certamente, todos são grandes homens, seres humanos espetaculares.

Dentro de campo, enquanto esteve com todos os titulares, o São Paulo atropelou o Vasco. Fez 2 a 0, no primeiro tempo, quando Antony mostrou porque foi o craque da Copinha. Deu cruzamento espetacular para Gabriel Novaes (artilheiro isolado da competição com 10 gols) abrir o placar, e marcou o seu, em linda jogada individual.

Antony foi o cara do São Paulo na Copinha, apesar de Gabriel Novaes terminar como artilheiro isolado. O garoto, que na temporada passada atuou pelo profissional no Campeonato Brasileiro, marcou quatro vezes na competição e deu seis assistências, a maioria para o camisa 9 do Tricolor.

No segundo tempo, o Vasco cresceu em campo. Criou, finalizou e encurralou o São Paulo na defesa. E o técnico Orlando Ribeiro mexeu mal, tirando Antony, Gabriel Novaes e Rodrigo Nestor. E o Gigante da Colina chegou ao empate, com Lucas Santos e Tiago Reis.

A decisão foi para as cobranças de pênaltis! E apareceu o goleiro Thiago Couto do São Paulo, defendendo os chutes de Thiago Reis e Riquelme, e vendo a cobrança de Gabriel Norões explodindo no travessão. Final: São Paulo 3 x 1, o quarto título na história da Copinha (92, 2000, 2010 e 2019).

“Estou muito feliz. Poderia estar no profissional e ter participado da Florida Cup. Mas me mandaram de volta para a base para disputar a Copinha. Trabalhamos bem, mostramos união, superamos as dificuldades e os desfalques e fomos campeões. Não poderia ser melhor´´, disse Antony, que deve voltar ao profissional.

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_