BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Paulista A2: Água Santa, de Márcio Ribeiro, e XV de Piracicaba, de Tarcísio Pugliesi, são os líderes

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Blog do Futebol Caipira, por Luiz Ademar
São Paulo, SP, 28 de janeiro de 2019

Não existe mais nenhum clube com 100% de aproveitamento entre os 16 participantes do Campeonato Paulista da Segunda Divisão (Série A2). O equilíbrio segue reinando na competição, onde duas equipes, que estão invictas, lideram a competição conquistando sete dos nove pontos disputados: Água Santa, do técnico Márcio Ribeiro, que retornou ao time de Diadema em grande estilo, e o XV de Piracicaba, de Tarcísio Pugliesi, que já está acostumado a fazer grandes trabalhos no interior de São Paulo.

A tarefa do Água Santa foi mais difícil. Foi até o Canindé, no domingo (27/1), e empatou com a pressionada Portuguesa, que ainda não venceu e segue fora do G8. A Lusa abriu o placar com Anderson Cavalo, cobrando pênalti, logo no início da partida. Mas a equipe de Diadema, com raça e futebol, foi buscar o empate na etapa final, com Dadá, que fez seu terceiro gol em três jogos.

Já o XV de Piracicaba, mesmo atuando ao lado da sua torcida e jogando melhor, não conseguiu furar a retranca do Nacional. Criou e desperdiçou várias chances no ataque, mas acabou ficou no empate por 0 a 0 com a equipe da Capital.

O grande detalhe é que nesta quarta-feira (30) teremos o grande tira-teima entre os dois líderes. Na cidade de Diadema, às 16 horas, o Netuno desafia a força do Nhô Quin, valendo a liderança isolada para quem conquistar os três pontos.

Mas, se Água Santa e XV de Piracicaba festejam na parte de cima da tabela de classificação, a situação do Sertãozinho, que investiu muito em reforços, é preocupante. Perdeu a terceira seguida, e outra vez dentro de casa, para a Inter de Limeira por 1 a 0, gol de Tcharles, de cabeça. A torcida do Touro dos Canaviais vaiou o time e criticou o trabalho do técnico Cléber Gaúcho, que comandou o XV de Piracicaba na Copa Paulista.

Na zona do rebaixamento, ao lado do Sertãozinho, aparece o Penapolense, do técnico Thiago Oliveira. Porém, a equipe da cidade de Penápolis conseguiu somar o seu primeiro ponto na competição e foi no empate por 1 a 1 com o Votuporanguense, em Votuporanga. O time da casa marcou com Wesley Natã, mas Jefferson deixou tudo igual.

O único time que venceu fora de casa na terceira rodada da Série A2 foi o Linense. Veio até a Javari, na Capital, e bateu o Juventus por 2 a 1, gols de Carlos André e Thiago Humberto. O Moleque Travesso, que saiu do G8, descontou com Medina, cobrando pênalti, mas não teve força ofensiva sequer para chegar ao empate.

No estádio Bruno José Daniel, o Santo André acabou com a invencibilidade do Taubaté ao vencer por 1 a 0, gol de Carlos Alberto, que marcou o seu terceiro na competição. Outro que fez valer os fatores campo e torcida foi o Rio Claro, que também fez a Portuguesa Santista conhecer a primeira derrota: 1 a 0, gol de Elton.

Finalizando a terceira rodada, em partida disputada em campo neutro, na cidade de Americana, estádio Décio Vitta, Atibaia e São Bernardo seguem sem vencer ao empatarem por 2 a 2, gols de Marcão e Danilo para o Falcão, e Raphael Luz e Erivelton para o Bernô.

Vale lembrar que os oito primeiros colocados, após 15 rodadas, garantem classificação para as quartas de final. E os dois últimos serão rebaixados para a Série A3 (Terceira Divisão) do Campeonato Paulista.

CLASSIFICAÇÃO APÓS TRÊS RODADAS

1º Água Santa – 7 pontos
XV de Piracicaba – 7
3º Rio Claro – 6 pontos
Taubaté – 6
Portuguesa Santista – 6
Inter de Limeira – 6
Linense – 6
Santo André – 6
9º Juventus – 4 pontos
10º Votuporanguense – 3 pontos
11º São Bernardo – 2 pontos
Atibaia – 2
Portuguesa – 2
14º Nacional – 1 ponto
Penapolense – 1
16º Sertãozinho – 0

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_