BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Paulistão: Em boa fase, Borja supera Muñoz e se torna o colombiano com mais gols pelo Palmeiras

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest
da SE Palmeiras, durante treinamento, na Academia de Futebol.

Da Redação
São Paulo, SP, 28 de janeiro de 2019

Com o gol marcado sobre o São Caetano, no domingo (27/1), o segundo em dois jogos no ano, o atacante Borja chegou a 32, ultrapassou o compatriota Muñoz e se tornou o colombiano mais artilheiro da história do Palmeiras.

Contratado em 2017 após ter sido campeão da Libertadores pelo Atlético Nacional-COL e eleito o melhor jogador do ano no continente, Borja soma 89 partidas e 32 gols, além do título brasileiro do ano passado, pelo clube. Em 2018, inclusive, o camisa 9 foi artilheiro do Paulista, com sete gols, e da Libertadores, com nove.

“É uma honra para mim ser o colombiano com mais gols pelo Palmeiras. É uma equipe muito grande, com muita história, é o maior campeão do Brasil. Ficar marcado neste clube é algo muito importante´´, disse Borja, que igualou o argentino González como o sétimo estrangeiro que mais fez gols pelo Verdão – a lista é encabeçada pelo argentino Echevarrieta, com 113 bolas na rede.

No século XXI, o colombiano da cidade de Tierralta ocupa também o nono posto de maiores goleadores do Alviverde, ao lado de Pedrinho (meia que atuou entre 2001 e 2005). Dudu lidera com 55.

“Não é fácil para um estrangeiro no Brasil. A adaptação é um pouco complicada, mas os meus companheiros e os treinadores com que trabalhei sempre me ajudaram muito para eu fazer o meu melhor´´, afirmou o atacante.

Além de tudo isso, Borja integra o top 100 de maiores artilheiros do clube em todos os tempos, na 87ª posição, ao lado de Baroninho, González, Pedrinho (anos 2000) e Gaúcho. Neste top 100, do atual elenco, além de Borja, figuram ainda Willian Bigode, com 34 gols (84ª posição, ao lado de Cardoso), e Dudu, com 55 gols (47ª posição, ao lado de Bóvio e Chinesinho).

Copa do Mundo 2018

Ao ter sido convocado pela Colômbia para fazer parte do grupo que disputou a Copa do Mundo de 2018, na Rússia, entre junho e julho, Borja se tornou o 25º representante palmeirense em Mundiais (levantamento este que considera apenas atletas que estavam vinculados diretamente ao clube no momento da disputa do Mundial).

Durante a Copa, no dia 28 de junho, o jogador do Verdão entrou em campo na partida diante do Senegal, aos 44 do segundo tempo, e, com isso, passou a ser também o 22º atleta do Verdão a disputar uma partida da mais importante competição de seleções, sendo o 6º gringo da lista: os outros cinco são Diogo (Uruguai, 1986), Rincón (Colômbia, em 1994), Arce (Paraguai, 1998 e 2002), Gamarra (Paraguai, 2006) e Valdivia (Chile, 2014). O meia-atacante Freddy Rincón era, até então, o único compatriota de Borja a ter representado o clube em Copa do Mundo.

Outros colombianos

Os outros colombianos do Palmeiras são Mina (2016-2017), Rincón (1994, 1996-1997), Lozano (1995), Asprilla (1999-2000), Muñoz (2001-2004 e 2006) e Pablo Armero (2009-2010).

Fonte: assessoria de imprensa do Palmeiras

 

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_