BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Mineiro: Mano Menezes lamenta os dois erros apresentados pelo Cruzeiro no empate em Varginha

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Da Redação
Belo Horizonte, MG, 1º de fevereiro de 2019

O técnico Mano Menezes lamentou o resultado do Cruzeiro depois do empate por 2 a 2 diante do Boa Esporte, na noite de quinta-feira (31/1), em Varginha, pelo Campeonato Mineiro. Segundo o ele, a equipe fez bom primeiro tempo e cometeu dois erros na segunda etapa que culminaram na igualdade com a equipe do sul do estado.

“O Cruzeiro fez bom jogo. Primeiro tempo muito bom e um segundo tempo com dois erros fatais. Eles chutaram duas bolas no gol e fizeram. Tiveram mérito, mas tínhamos o jogo controlado. Não soubemos ganhar a partida nas duas vantagens. A primeira na condição muito melhor e a segunda, depois de ter feito 2 a 1, um pouco de falta de posicionamento, falta de cobertura. O adversário jogou com velocidade nas costas dos laterais e você precisa fazer a leitura. Tomamos a jogada do segundo gol, por falta de cuidado e de balanceamento defensivo. Nossa equipe toma poucos gols e nesse início de campeonato só ficou um jogo sem sofrer gols´´, lamentou o técnico.

Para Mano, o Cruzeiro conseguiu marcar dois gols, o que seria muito bom para uma equipe que buscava a vitória fora de casa. O treinador falou do respeito diante do adversário, apesar da vantagem que a equipe conquistou por duas vezes no placar antes de ceder o empate.

“Não podemos sair da nossa casa, vir para Varginha, fazer dois gols e não levar o resultado de três pontos para casa. Time grande tem que ter essa responsabilidade contigo, independentemente do adversário. Nunca deixamos de respeitar aquilo que acontece no futebol´´, revelou Mano.

Sobre o fato de ter outro jogador da defesa expulso pelo segundo jogo consecutivo, (Murilo tomou o cartão vermelho na segunda etapa), Mano minimizou o ocorrido e classificou o lance como justo.

“Não tem nada anormal. Acho que a expulsão foi justa, e a gente aborda as questões objetivas. Um central não pode tomar amarelo por atrapalhar reposição do goleiro. Depois pode fazer falta. Depois pode precisar abordagem um contra um, foi o que o Murilo fez, e o árbitro apresenta o segundo amarelo. E é justo que apresente amarelo. Nossa equipe tem muita qualidade técnica. Nós não podemos vir a Varginha, fazer dois gols e não levar a vitória´´, finalizou o treinador.

 



Fonte: assessoria de imprensa do Cruzeiro

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_