BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Bulgária: Lateral Matheus Leoni valoriza experiência no país e revela diferenças para o futebol brasileiro

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Da Redação
Stara Zagora, BGR, 2 de fevereiro de 2019

Há quase dois anos na Bulgária, Matheus Leoni é uma das importantes peças do Beroe Stara Zagora, ou simplesmente, Beroe. O clube está entre os maiores e mais tradicionais do país, com 102 anos de existência.

Apesar da Bulgária ser bem diferente do Brasil, Matheus garante que a adaptação nunca foi um problema. Praticamente em casa, o lateral-esquerdo conta um pouco da sua experiência no país, que fica localizado ao sudoeste da Europa.

“Já faz quase dois anos que estou aqui na Bulgária e desde que cheguei só atuei pelo Beroe. Fui muito bem recebido por todos, desde a diretoria até os jogadores e, felizmente, não tive problemas para me adaptar, foi tudo muito rápido e simples. Acho que o fato de ter vindo direto do futebol da Suíça ajudou também. A questão cultural é diferente mesmo, mas faz parte. O idioma no início foi um pouco complicado, mas todos os dias eu procuro aprender algo novo. Hoje consigo me comunicar bem com meus companheiros e entendo o que o treinador pede dentro de campo´´, destacou o jogador, que é natural de Porto Velho, Rondônia.

Titular em sua equipe, Matheus Leoni revela as diferenças do futebol búlgaro para o brasileiro.

“Aqui o futebol é um pouco diferente, principalmente em relação à disciplina tática. O times costumam ser muito obedientes e não fogem do que é proposto. Além disso, é um jogo de bastante contato, os jogadores utilizam muito a força física. A divisão principal tem 14 clubes, mas apenas cinco destes costumam brigar pelas primeiras posições. Esses times são mais organizados e mais técnicos, pois disputam com frequência a Liga dos Campeões e a Liga Europa´´, revelou o lateral que, no Brasil, passou por equipes como Athletico Paranaense, Figueirense, Salgueiro, Caxias/RS e Luverdense.

Um dos principais clubes da Bulgária, o Beroe ocupa nesta temporada a quarta posição e está com a classificação bem encaminhada para a segunda fase do campeonato, que reúne os seis melhores colocados da primeira parte da competição.

“Aqui no clube nós sempre pensamos em título, mas essa temporada está um pouco mais difícil, por isso nesse momento o nosso foco é a Liga Europa. No ano passado infelizmente deixamos escapar essa vaga por detalhes, por isso dessa vez estamos bem focados nessa classificação. É o nosso principal objetivo´´, concluiu.

Paralisado desde a metade de dezembro por conta do forte inverno, o campeonato nacional reinicia neste mês, no dia 15. Enquanto isso, o Beroe faz intertemporada na Turquia. A equipe já disputou cinco amistosos e o brasileiro marcou dois gols.

Fonte: AV

 

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_