BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Paulistão: Feliz em retornar ao São Paulo, Cuca avisa que chegará para trabalhar com muito mais força

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Da Redação
São Paulo, SP, 15 de fevereiro de 2019

De volta ao São Paulo após 15 anos, Cuca está motivado para trabalhar novamente no clube e confiante na tabelinha com o interino Vagner Mancini, que assumirá o comando até abril, quando ele será liberado para voltar a trabalhar após realizar a cirurgia cardíaca.  Na reta final do Campeonato Paulista, o novo comandante do Tricolor retomará sua rotina no dia a dia no CT da Barra Funda.

“Estou muito feliz por voltar ao São Paulo depois de 15 anos, esperançoso de poder ajudar o clube novamente, como fiz em 2004´´, disse o treinador, que emendou.

“Minha vontade era de me apresentar agora, mas ainda não fui liberado pelo meu médico e terei de continuar com o tratamento aqui em Curitiba. Enquanto esses dois meses não chegam, estarei me preparando ainda mais para desenvolver meu trabalho´´, afirmou.

Em sua primeira passagem pelo Tricolor, em 2004, Cuca comandou o time em 51 jogos: 30 vitórias, oito empates e 13 derrotas (64,05% de aproveitamento).

Semifinalista da Copa Libertadores da América daquele ano, o treinador foi um dos responsáveis pela montagem do elenco que fez história na temporada seguinte com as memoráveis conquistas do Mundial, da competição continental e do Paulista.

“Tenho um carinho muito grande pelo São Paulo, desde 2004. Agradeço a todos, e especialmente à diretoria são-paulina, pela compreensão e também pela decisão de esperar pela minha plena recuperação. Chegarei com toda a força para ajudar o clube a cumprir com todos os objetivos´´, revelou.

E enquanto aguarda a liberação médica, o técnico reforça a torcida pelo Tricolor e, especialmente, por Vagner Mancini.

“Quero agradecer ao Mancini, porque todos sabemos que ele chegou ao São Paulo para exercer outra função, de coordenador, e ele só está assumindo o time de forma interina pelo nosso bem, especialmente pelo bem do São Paulo´´, comentou o treinador, que acrescentou.

“Eu já tinha uma admiração grande por ele, e agora essa atitude só reforça o meu apreço. Estou muito feliz por esse desfecho e desejo ao Mancini e aos atletas toda a sorte do mundo no clássico contra o Corinthians, no domingo. Estarei na torcida´´, concluiu Cuca.

Fonte: assessoria de imprensa do São Paulo

 

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_