BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Paulistão: Ameaçado pelo rebaixamento após perder do Red Bull, Botafogo demite técnico Léo Condé

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Futebol Caipira, por Luiz Ademar
Ribeirão Preto, SP, 16 de fevereiro de 2019

O Botafogo está ameaçado pelo rebaixamento no Campeonato Paulista faltando apenas cinco rodadas para encerrar a primeira fase. Após perder, de virada, por 3 a 1 para o Red Bull Brasil, sexta-feira à noite, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, pela sétima rodada, o técnico Léo Condé foi demitido pela diretoria do Pantera.

Léo Condé chegou a conceder entrevista coletiva, logo após a partida realizada em Campinas, afirmando que acreditava na volta por cima nas próximas rodadas. O Grupo Thathi de Comunicação, de Ribeirão Preto, ao vivo no estádio, transmitiu o discurso do treinador.

Porém, nas transmissão por multiplataforma, pela internet, rádio e TV Thathi, foi mostrado ao vivo a saída de Léo Condé no vestiário até um camarote. O treinador foi comunicado pelos dirigentes da sua demissão, entendeu perfeitamente a situação e, de maneira cavalheira, abraçou a todos e se despediu do clube.

O Botafogo vai pagar a multa estipulada em contrato para o treinador, ou seja, dois salários. Como Léo Condé recebia R$ 50 mil mensais, vai embolsar R$ 100 mil pela demissão.

Léo Condé chegou ao Botafogo em 2018, onde levou o Botafogo para as quartas de final do Paulistão. O Pantera de Ribeirão Preto caiu para o Santos sem perder, empatando sem gols no Santa Cruz e Vila Belmiro, e sendo eliminado nas cobranças de pênaltis.

Já a Série C do Campeonato Brasileiro, o Botafogo foi o líder da primeira fase. E, no mata-mata das quartas de final, perdendo na Paraíba e vencendo em Ribeirão Preto, garantiu o acesso à Série B. Mas não foi para a final, sendo eliminado em casa pelo Cuiabá.

Léo Condé comandou o Botafogo em 43 jogos oficiais, com 16 vitórias, 14 empates e 14 derrotas. Ele foi o quarto treinador demitido no Paulistão. Antes dele saíram Mazola Júnior (Ponte Preta), Marquinhos Santos (São Bento) e André Jardine (São Paulo).

 

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_