BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Paulistão: Ricardo Goulart marca dois e dá um para Borja na vitória suada do Palmeiras diante do Ituano

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Da Redação
São Paulo, SP, 28 de fevereiro de 2019

O jogo foi mais difícil do que o Palmeiras esperava. Na noite de quarta-feira (27/2), no Allianz Parque, na abertura da nona rodada do Campeonato Paulista, o Verdão, com dificuldade, venceu o Ituano por 3 a 2 e disparou na liderança do Grupo B, agora com 18 pontos. O grande destaque do jogo foi o meia-atacante Ricardo Goulart, que marcou duas vezes, no primeiro tempo, e na etapa final, com o peito, deu passe para Borja ampliar.

“O Goulart é meia-atacante, não é jogador de participação defensiva, é ofensivo. Mas para o liberar preciso que aconteça compensações. Não é do dia para o outro que vamos adaptar essa situação nova. Com tempo vamos ter o Goulart na sua verdadeira posição e cada um vai entendendo melhor o que deve fazer em campo´´, explicou o técnico Luiz Felipe Scolari, deixando transparecer que vai mudar o esquema para o jogador seguir brilhando.

Ricardo Goulart marcou os dois primeiros gols com a camisa do Palmeiras. Foi o segundo jogo do camisa 11 no Allianz Parque, sendo o terceiro pelo clube no total – a estreia do atleta foi contra a Ferroviária, fora de casa (empate por 0 a 0), e depois novo empate sem gols diante do Santos. Nas duas primeiras rodadas, ele estava no banco de reservas. Diante do Ituano, o jogador foi titular pela primeira vez.

Felipão, animado com os gols marcados com Goulart, já antecipou que não pretende escalá-lo como centroavante. Para ele, o meia-atacante pode quebrar o galho eventualmente, mas tem muito talento para vir de trás, com a bola dominada, ou como elemento surpresa.

“O Goulart não é centroavante, não é 9. Pode fazer pequena função em determinados jogos e minutos, mas não é função dele. Não vou usar nessa função. Quando eu tiver o Deyverson, que está inscrito na Libertadores, e agora passado o período de adaptação e de recondicionamento físico do Arthur, eu tenho atacante para jogar de centroavante, como vem fazendo o Borja´´, explicou Felipão.

Contra o Ituano, Borja também viu sua estrela brilhar: o colombiano chegou ao seu terceiro gol na temporada e alcançou a artilharia do time em 2019. O camisa 9 já havia sido artilheiro do time na temporada de 2018, com 20 gols marcados, além de goleador máximo da edição do Paulista do ano passado, com sete tentos, e também da Libertadores, com nove, ao lado de seu compatriota Wilson Morelo, do Independiente Santa Fe-COL.

Individualmente, o duelo de quarta engordou, de quebra, lista de feitos do atacante Dudu, que é o recordista em vários aspectos positivos na arena palmeirense, inaugurada em 2014: o camisa 7 é o jogador que mais atuou (103 jogos), que mais venceu (73 vezes), que mais marcou gols (27 tentos) e que mais concedeu assistências (26 passes).

Homenagem

O jogo desta quarta-feira (27) marcou uma série de homenagens ao jornalista Roberto Avallone, palmeirense declarado, falecido no último dia 25. As narrações dos lances do duelo pela voz do locutor do Allianz Parque, Marcos Costi, contaram com bordões característicos de Avallone. Além disso, os jogadores respeitaram um minuto de silêncio antes de a partida ser iniciada, com a foto do saudoso palestrino no telão da arena esmeraldina.

Fonte: assessoria de imprensa do Palmeiras

 

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_