BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Paulistão: Atacante Júlio César, ex-Chapecoense, já está à disposição da Ponte para encarar o Botafogo

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Da Redação
Campinas, SP, 2 de março de 2019

Recém chegado ao elenco, o atacante Júlio César, que veio por empréstimo junto à Chapecoense, já está à disposição do técnico Jorginho para defender a Ponte Preta no duelo diante do Botafogo, nesta segunda-feira (4/3), às 20 horas, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, pela nona rodada do Campeonato Paulista. A Macaca precisa vencer para seguir no encalço do Red Bull Brasil na busca da classificação às quartas de final. Já o Pantera, que com a vitória do São Caetano caiu para a zona do rebaixamento, só pensa nos três pontos para sair do sufoco.

“Cheguei em uma reta final de Campeonato Paulista, mas como eu sempre falo nos clubes em que joguei: venho para dar meu máximo. Venho para honrar a camisa da Ponte Preta e ajudar o grupo. O atacante sempre é bastante cobrado, mas todos que estão aqui tem condições de desempenhar bom futebol´´, afirma.

O atleta demonstra estar confiante de que terá bom desempenho.

“É o meu primeiro Campeonato Paulista, neste que é o principal estadual do país. Minha expectativa é a melhor possível, de representar grande camisa como a da Ponte. Venho para honrar da melhor maneira possível, para dar bastante alegrias aos torcedores´´, confia.

Júlio – que também poderá disputar a Copa do Brasil e a Série B do Brasileiro pela Macaca – não se considera fazedor de gols, tem como característica a velocidade e atua pelas beiradas de campo. Mas também quer balançar as redes pela Alvinegra.

“O jogador tem que estar preparado. Quando cheguei, eu sabia que não estavam saindo muitos gols aqui. Eu não sou atleta goleador, mas fiz boa campanha pelo Atlético Goainiense, fiz meus golzinhos, pude dar minhas assistências e podendo estar ajudando a equipe é o que eu quero. Seja com gols ou com assistências´´, diz o atacante.

O novo contratado afirma também que atua como um camisa 10 por dentro e como um falso 9. No ano passado, marcou dois gols contra a Ponte, na Série B. Agora, o atleta quer compensar os gols contra, com muita raça pela Macaca.

“Agora defendo a camisa da Ponte e como no ano passado sempre entrava para vencer e dar meu melhor. Aqui não vai ser diferente e vou mostrar essa gana para a torcida da Ponte Preta´´, completa.

Fonte: assessoria de imprensa da Ponte Preta

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_