BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Série D: Bruno Recife é apresentado pelo São Caetano e veste a camisa do Azulão pela 3° vez

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest
Com 247 partidas pelo São Caetano, Bruno Recife volta com espírito para buscar o acesso a Série C. Foto: Fabrício Corttinove

Da redação
São Caetano do Sul, 27 de abril de 2019

A uma semana da estreia, o São Caetano não para de trazer reforços para a disputa da Série D. Desta vez, o Azulão apresenta Bruno Recife, quarto jogador com mais jogos na história do São Caetano. O profissional defenderá o Pequeno Gigante pela terceira vez na carreira após atuar no Água Santa, durante a primeira parte da temporada.

Com um histórico de dar inveja, Bruno Recife possui 247 partidas e três gols marcados, o lateral-esquerdo assinou com o time azulino até o Campeonato Paulista da Série A2 de 2020. Peça crucial na conquista da Série A-2 do Campeonato Paulista em 2017, Recife falou sobre a sensação de voltar para casa em mais uma passagem pelo São Caetano.

“Todo mundo sabe que me sinto muito bem neste clube. Será a minha terceira passagem aqui, e estou bastante feliz em retornar. Estamos montando um grupo forte para alcançar o objetivo, que é levar este time de volta para a Série C”, afirmou um dos recordistas de aparições pela agremiação.

Antes de chegar ao ABC, Bruno Recife disputou a Série A2 do Paulista pelo Água Santa, equipe que foi a líder na primeira fase, mas que acabou desclassificada nas semifinais para o Santo André. Com a camisa do Netuno, ele foi titular em 16 partidas. O jogador relembra que já teve boas passagens pelo Azulão e que em 2015 quase conseguiu o acesso com o clube”.

Em 2015, Recife estava no São Caetano que chegou às quartas de final da Série D do Campeonato Brasileiro. Agora de volta ao Pequeno Gigante, o jogador ressaltou a nova oportunidade que o futebol lhe proporciona para tentar recolocar o Pequeno Gigante na terceira divisão. “Naquele ano ficamos muito próximos do acesso, mas infelizmente não conseguimos subir. Temos esta nova oportunidade de disputar a Série D, com uma boa expectativa. O nosso grupo está sendo montado para que isso possa acontecer”.

Bruno Recife, de 37 anos, analisou a competição e disse que pela paridade das equipes, às vezes a raça vai contar mais do que com a técnica para que as vitórias apareçam. “Competição bastante difícil. O nível dos times é muito igual. Várias vezes iremos atuar em campos que não ajudam, porém, a superação é necessária. Todo mundo precisa estar ciente que será um campeonato bem equilibrado e difícil”, explicou.

O São Caetano estreia contra o Caxias (RS) no próximo domingo (5) em Caxias do Sul no estádio Centenário às 16 horas. Ao lado de Tubarão (SC) e Cianorte (PR), as equipes se enfrentam entre si em turno e returno, os dois melhores se classificam a próxima fase.

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_