BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Brasil 2019: Em casa, Alisson brilha nos pênaltis e ajuda Brasil contra o Paraguai

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest
O goleiro Alisson brilhou na disputa por pênaltis e garantiu a classificação da Seleção Brasileira para a semifinal da Copa América - Crédito: Lucas Figueiredo

O goleiro Alisson brilhou na disputa por pênaltis e garantiu a classificação da Seleção Brasileira para a semifinal da Copa América – Crédito: Lucas Figueiredo

Da Redação
Porto Alegre, RS, 27 de junho de 2019

Quando o juiz apitou o fim do jogo entre Brasil e Paraguai, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS), o uniforme do goleiro Alisson, revelado pelo Internacional (RS), quase não estava sujo. A não ser por uma defesa ainda no primeiro tempo, o arqueiro brasileiro quase não trabalhou durante a partida em Porto Alegre (RS). Mas bastou começarem as disputas por pênaltis para que ele mostrasse porque é um dos melhores do mundo na sua posição.

No tempo normal empate em 0 a 0. Este resultado levou a decisão da vaga para a fase semifinal às penalidades máxima. Na primeira cobrança da série, o paraguaio Gustavo Gómez, zagueiro que defende as cores do Palmeiras, foi convicto. Bateu forte, de perna direita, no canto esquerdo de Alisson. Ele só não contava com a agilidade do goleiro, que voou no canto para defender.

“Meus companheiros fizeram a parte deles nas cobranças, que era o mais importante. Tivemos muita convicção. Somos uma geração de jovens com muita responsabilidade, com uma certa bagagem no futebol. Para mim tem um gostinho especial por ser na minha cidade, senti muito o carinho de todas as torcidas. É um sentimento muito especial”, disse o camisa 1.

Com a defesa na cobrança de Gómez, Alisson ajudou o Brasil a garantir a classificação. Ao fim das cobranças, o triunfo por 4 a 3 bastou para que a Seleção avançasse às semifinais. Mas tudo isso já é passado e o trabalho não pode parar. O próximo compromisso do Brasil é na terça-feira, no Mineirão, contra o vencedor de Argentina e Venezuela. Alisson já pensa neste duelo.

“Estamos treinando forte, para chegar na hora do jogo e fazer o melhor, com a ajuda do Taffarel, do Mauri (Lima), e dos outros goleiros, Ederson e Cássio. Esse grupo é merecedor. O resultado de hoje foi um empate, mas uma equipe não quis jogar. Agora é continuar trabalhando porque um degrau já foi e temos outro pela frente, para conseguir nosso objetivo principal, que é ser campeão”, concluiu.

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_