BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Covid-19: Atlético (MG) comemora aniversário de 112 anos com “hinaço” nas janelas

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest
Torcedores do Galo festeja os 112 anos do clube de forma inusitada - Crédito: Bruno Cantini

Torcedores do Galo festeja os 112 anos do clube de forma inusitada – Crédito: Bruno Cantini

Da Redação com Agência Brasil
Belo Horizonte, MG, 25 de março de 2020

O Atlético (MG) comemora 112 anos nesta quarta feira (25). Entretanto, com a pandemia do novo coronavírus (covid-19), a data vai ser lembrada com algumas restrições. Nada de jogo festivo, show com artistas famosos ou promoção para partidas da equipe. O Galo utilizou as redes sociais para convocar a torcida atleticana a vibrar de uma maneira diferente: “às 20h13min de hoje teremos o ‘hinaço’ do time”.

A convocação pede para que o torcedor vista a camisa alvinegra, dirija-se à janela e cante a plenos pulmões o hino do Galo mineiro, ou utilize som mecânico, instrumento musical ou até megafone. O horário de 20h13min lembra o ano da conquista do primeiro e único título da Libertadores da América, em 2013.

Além do aniversário, o atleticano pode ter outro motivo para comemorar. Durante o período de confinamento, em função do avanço da pandemia da covid-19, a TV Galo, canal oficial do clube, vem fazendo algumas entrevistas com jogadores e dirigentes. A última foi com o diretor de futebol Alexandre Mattos. Questionado sobre contratações, Mattos respondeu.

“Cada dia eu vejo um jogo do Atlético-MG dos últimos seis meses e o elenco não modificou tanto. Estou em contatos diários com o Sampaoli, hoje mesmo acordei com ele me ligando. Ele é muito intenso, é assim dentro e fora de campo. Tem uma ideia clara (de contratações), o Sampaoli já nos passou a ideia dele e obviamente que a gente faz o que é melhor para o Atlético-MG, sempre”, declarou Mattos.

Enquanto o Atlético (MG) não entra em campo e não define as contratações, o torcedor do Galo, por enquanto, faz a festa da janela de casa. “Estamos no tempo ainda de entender tudo o que vai acontecer, obviamente em contatos, já pensando em possibilidades. São possibilidades importantes e pra isso a gente precisa entender o que vai acontecer no nosso cenário de futebol, de finanças, de tudo, para que a gente trabalhe sempre dentro daquilo que o nosso presidente designou de orçamento”, disse o dirigente.

Alexandre Mattos também se posicionou a respeito dos prós e contras da paralisação no planejamento do time. “É difícil dizer isso agora porque a gente não sabe o tamanho da pausa. Ela pode ser longa ou curta. A gente precisa entender isso e a gente não tem uma noção ainda do que vai enfrentar. A verdade é que estamos parados e parado não é bom”, explicou.

“O Sampaoli estava começando a colocar suas ideias e a gente teve que parar, obviamente por um motivo justo. Então a gente está tentando encontrar um caminho para fazer o planejamento fora de campo e ter tempo quando voltar para que o Sampaoli coloque em prática aquilo que ele sabe muito bem fazer”, encerrou.

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_