BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Covid-19: Hospital de campanha, no Pacaembu, já recebe pacientes com coronavírus

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest
Diferente de seu habitual cotidiano, o estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP), passou a ser sede de um hospital de campanha para combate ao Covid-19 - Crédito: Rahel Patrasso

Diferente de seu habitual cotidiano, o estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP), passou a ser sede de um hospital de campanha para combate ao Covid-19 – Crédito: Rahel Patrasso

Da Redação com Agência Brasil
São Paulo, SP, 07 de abril de 2020

O Hospital Municipal de Campanha (HMCamp) do Pacaembu, da prefeitura de São Paulo, começou hoje (06) a funcionar e a receber os primeiros pacientes infectados com o novo coronavírus. Até às 16 horas, três pessoas com diagnóstico positivo para covid-19 haviam sido internadas no local: dois estão na enfermaria e um, na sala de estabilização – equipada com recursos para tratamento de pacientes mais graves.

O hospital, instalado no estádio municipal Paulo Machado de Carvalho (Pacaembu) recebe pacientes com sintomas de covid-19 de baixa e média complexidade, transferidos dos equipamentos de saúde da capital, como hospitais, pronto socorros, e unidades de pronto atendimento (UPA).

O HMCamp do Pacaembu funciona de portas fechadas, ou seja, suas vagas são controladas pela Secretaria Municipal de Saúde. A operação do local é feita pelo Instituto de Responsabilidade Social do Hospital Israelita Albert Einstein. O espaço, montado devido à pandemia do novo coronavírus, conta com 192 leitos de baixa complexidade e oito semi-intensivos com respiradores.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, a estimativa é que as pessoas fiquem em tratamento no período de 10 a 14 dias antes de terem condições de voltarem para casa. Vão trabalhar no local 520 profissionais da saúde, entre médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem, fisioterapeutas, psicólogos e assistentes sociais.

O governador de São Paulo, João Doria, anunciou o repasse de R$ 50 milhões, fundo a fundo, para a capital paulista. O dinheiro é destinado a financiar os hospitais de campanha, que atendem os casos de baixa e média complexidade no tratamento da covid-19. O depósito, segundo ele, foi feito na última segunda-feira (30 de março).

Ele também anunciou o repasse de R$ 40 milhões para 565 municípios de São Paulo com menos de 100 mil habitantes. “Todos os valores deverão ser destinado para custeio, compra de insumos e a montagem e operação de hospitais de campanha [para coronavírus]”, disse o governador em evento de inauguração do hospital de campanha instalado no estádio do Pacaembu.

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_