BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Covid-19: Dirigentes de futebol se unem, após veto do governo de Santa Catarina à retomada

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest
Futebol catarinense vive dilema sobre o seu retorno entre clubes e o governo daquele estado - Crédito: André Borges

Futebol catarinense vive dilema sobre o seu retorno entre clubes e o governo daquele estado – Crédito: André Borges

Da Redação com Agência Brasil
Florianópolis, SC, 02 de maio de 2020

O Governo de Santa Catarina negou a proposta da Federação de Catarinense de Futebol (FCF) para o recomeço gradual das atividades a partir do dia 16 de maio. Após o veto, representantes dos dez clubes que disputam a competição se reuniram por videoconferência com os presidentes da FCF, Rubens Renato Angelotti, e da Associação de Clubes de Futebol Profissional de Santa Catarina (SCClubes), Francisco José Battistotti, para discutir o cenário atual do futebol do estado, impactado pela pandemia do novo coronavírus (covid-19), assim como todo o país.

Com o campeonato suspenso, as receitas dos participantes, consequentemente, sofreram uma queda significativa. No encontro virtual foram discutidas medidas de enfrentamento da crise, tendo em vista evitar a rescisão de contratos de atletas e demissão de funcionários, além de coibir uma eventual necessidade de desistência por parte de alguma equipe.

“Entre as ideias aprovadas estão a liberação de recursos da Federação Catarinense de Futebol, da Associação de Clubes e de alguns integrantes do campeonato para clubes com maiores dificuldades financeiras, empréstimo de atletas entre clubes, compra coletiva de testes e equipamentos para a proteção contra o coronavírus”, cita o comunicado oficial ,publicado no site da FCF, sem especificar os valores dos repasses.

O campeonato estadual catarinense está suspenso desde o dia 16 de março, após o término da primeira fase, que levou oito clubes para as quartas de final: Avaí, Brusque, Figueirense, Marcílio Dias, Criciúma, Juventus, Joinville e Chapecoense. Já Tubarão e Concórdia não avançaram, portanto vão se enfrentar na luta contra o rebaixamento, já que no estadual catarinense somente um clube desce para a segunda divisão.

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_