BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Covid-19: Gabriel Barbosa lamenta morte de massagista do Flamengo por Coronavírus

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest
Gabriel Barbosa lamentou a morte do massagista Jorginho por Covid-19 e as vítimas das categorias de base do Ninho do Urubu - Crédito: Uéslei Marcelino

Gabriel Barbosa lamentou a morte do massagista Jorginho por Covid-19 e as vítimas das categorias de base do Ninho do Urubu – Crédito: Uéslei Marcelino

Da Redação com Agência Brasil
Rio de Janeiro, RJ, 08 de maio de 2020

A participação do artilheiro do Flamengo, Gabriel Barbosa, na live do comediante Tirulipa era para ser apenas amena e alegre, mas a conversa tocou em temas delicados do presente e do passado do clube mais popular do Brasil. Além de lamentar o falecimento do massagista Jorginho, vítima da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), o ídolo relembrou a tragédia do Ninho do Urubu.

“Estou muito triste. Também já falei com a maioria que não devemos voltar agora em luto por ele [Jorginho]. Agora temos 11 estrelas no céu para nos apoiar lá de cima”, disse em alusão às vítimas do incêndio, que aconteceu em fevereiro de 2019. A homenagem aos meninos e à Jorginho foi publicada na última quarta-feira (6) no perfil do Twitter do atacante Gabriel Barbosa.

Isto tudo acontece em um intervalo de menos de 24 horas, após o Flamengo divulgar os testes de coronavírus sobre funcionários e comissão técnica, descobrindo 38 infectados, entre eles três jogadores do elenco profissional, que não tiveram as identidades divulgadas. O total de 293 pessoas passaram por exames, entre 29 de abril e 3 de maio, sendo que na última segunda-feira (04) a doença fez a primeira vítima dentro do staff rubro-negro, Jorginho, massagista que dedicou ao clube 40 dos 68 anos vividos.

“Infelizmente tivemos a perda do Jorginho por causa do corona, algo que machucou bastante, me deixou muito mal. Foi o primeiro cara que eu encontrei no Ninho, o primeiro a me dar boas-vindas, a fazer massagem em mim, além de perguntar como estava nos primeiros treinos”, recordou Gabigol, que já está no Rio de Janeiro treinando em casa, seguindo a cartilha rubro-negra e orientado por um preparador físico particular.

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_