BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Mineiro: Ex-Cruzeiro, goleiro Rafael Monteiro espera seguir no Atlético (MG) os mesmos passos do zagueiro Réver

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest
Ex-Cruzeiro, o goleiro Rafael Monteiro espera fazer história com a camisa do Atlético (MG) - Crédito: Divulgação

Ex-Cruzeiro, o goleiro Rafael Monteiro espera fazer história com a camisa do Atlético (MG) – Crédito: Divulgação

Da Redação
Belo Horizonte, MG, 11 de maio de 2020

Contratado como reforço para esta temporada, o goleiro Rafael Monteiro, ex-Cruzeiro, revelou que espera seguir no Atlético (MG) os mesmos passos do experiente zagueiro Réver, campeão da Copa Libertadores pelo clube mineiro em 2013 e da Copa do Brasil no ano seguinte. O arqueiro foi revelado nas categorias de base da Raposa e estava na reserva do goleiro Fábio. Na Toca da Raposa, ele conquistou os títulos Mineiro [2011, 2014, 2018, 2019], Copa do Brasil [2017, 2018] e do Campeonato Brasileiro [2013, 2014].

“Espero, agora, junto com o Réver, continuar escrevendo essa linda história que ele tem pelo clube, poder, também, pegar a minha carreira. Tenho certeza que, daqui há cinco anos, quando a gente tiver em outro bate-papo como esse aqui, o Réver estará mostrando toda sua história, terão as coisas de 2013 e 2014, que foram lindas, mas terão coisas de 2020 e 2021 também, muitas coisas que virão e poderei, se Deus quiser, estar junto, estar presente, participando desses momentos maravilhosos”, declarou o goleiro Rafael Monteiro.

Monteiro também ressaltou que espera construir sua própria história no Galo das Minas Gerais, e pretende permanecer no Alvinegro mineiro por um longo período para que possa ter a oportunidade de conquistar títulos. Entretanto, o goleiro Victor permanece como titular da equipe comandada pelo técnico argentino Jorge Sampaoli. “Quero ficar aqui muitos anos para construir uma história maravilhosa como a do Réver e outros grandes jogadores que já deixaram sua marca e ainda fazem essa marca crescer ainda mais”, declarou o goleiro Rafael Monteiro.

Já o zagueiro Réver, 35 anos, que soma em sua carreira passagens pelo Flamengo, Paulista de Jundiaí (SP), Al-Wahda (UAE), Grêmio, Wolfsburg (ALE) e Internacional (RS), ressaltou que o tratamento de forma igualitária entre aletas, funcionários, dirigentes e integrantes da comissão técnica facilita a adaptação de qualquer jogador que possa vestir a camisa do Atlético (MG). De acordo com ele, este é um diferencial que o Galo mineiro possui entre os demais clubes do País.

“Todo atleta que chega ao Atlético, a gente procura ter esse tratamento, independente de ser um jogador já reconhecido no cenário do futebol ou aquele que ainda está crescendo, dando os primeiros passos. Esse é o grande diferencial que tentamos fazer aqui no Atlético, diferente de outros lugares. Passei por clubes em que o tratamento não era dessa maneira, mas cada lugar tem uma história. Particularmente, sou muito grato ao Atlético, foi onde tive as minhas maiores conquistas e foi o clube que me projetou para a Seleção Brasileira”, concluiu Réver.

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_