BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Bahrain: Ex-São Caetano, Guilherme Panambi destaca processo de adaptação e estada no Bahrain Club (BRN)

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest
O atacante Guilherme Panambi está em sua primeira temporada no futebol bairenita - Crédito: Divulgação

O atacante Guilherme Panambi está em sua primeira temporada no futebol bairenita – Crédito: Divulgação

Da Redação
Muharraq, BRN, 13 de maio de 2020

Depois de defender o ucraniano Lviv, o atacante brasileiro Guilherme Panambi, ex-São Caetano, passou a defender as cores do Bahrain Club (BRN), que atua na segunda divisão do futebol do Bahrain. Entretanto, Panambi afirma que não teve problemas de adaptação no país do Oriente Médio. Ele também revelou que os números relacionados ao Covid-19 são altos e que por conta desse aspecto, o campeonato local teve de ser encerrado antes do previsto.

Por conta de seu desempenho na segunda divisão do futebol do Bahrain, ele conseguiu se tornar cidadão daquele país. Em 21 jogos com a camisa do Bahrain Club (BRN), Guilherme Panambi marcou oito gols e foi protagonista em outros sete lances que resultaram em gols. Com a interrupção precoce por conta da proliferação do Coronavírus no Bahrain, o clube em que atua o atacante brasileiro conquistou o direito de disputar na próxima temporada a elite do futebol bairenita em função do vice-campeonato da segunda divisão.

“Admito que pensava que minha adaptação a um país de nova cultura, clima e idioma seria um problema, mas foi melhor do que eu pensava e é claro que ainda estou me adaptando em alguns aspectos tipo a alimentação e os horários de treinamentos, pois devido às altas temperaturas acontecem ao entardecer se tornando mais agradável.”, comentou o atacante Guilherme Panambi.

Antes de defender o bairenita Bahrain Club, o ex-atleta do Azulão vestiu as camisas dos gaúchos Aimoré e Igrejinha. No ano anterior, ele atuou pelo ucraniano Lviv, que integra a primeira divisão da Ucrânia. Diante do seu desempenho no Bahrain, o atacante ganhou o direito de ter a cidadania bairenita, porém, com a pandemia provocada pelo Covid-19 terá de aguardar para retornar aos gramados. Por lá, existem quase 4 mil casos e 8 mortes.

“Cada dia aumenta mais os números de casos, a maioria dos locais estão fechados e somente posto de combustível, farmácia, mercado e restaurantes delivery abertos. O uso de máscara é obrigatório em todo estabelecimento e quando entramos nos lugares medem a nossa temperatura e nos dão luvas descartáveis. Se for pego sem máscara é multado tanto a pessoa quanto o estabelecimento que ela estiver, por ter liberado a entrar sem o uso da mesma”, explicou.

O Campeonato Bairenita da segunda divisão foi encerrado antecipadamente e o Bahrain Club (BRN) conseguiu o acesso ficando na segunda posição com 31 pontos em 14 jogos. Dos 30 gols marcados pelo time na competição, metade deles teve participação direta do atacante Panambi, que agora no país, tem que lidar com outras culturas como o Ramadã.

“Está sendo uma experiência nova, porém esse ano por conta da pandemia e os estabelecimentos estarem fechados está um pouco diferente. Aqui no Ramadã eles fazer o jejum deles que é das 06:00 até as 18:00 e com isso a maioria dos restaurantes só abrem a partir das 18:00, para mim está sendo uma experiência única e inesquecível. São momentos especiais que mesmo com essa pandemia. o Bahrain está proporcionando a mim e a minha esposa”, concluiu.

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_