BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Gaúcho: Grêmio e Internacional (RS) aprovam proposta para retomada do estadual no Rio Grande do Sul

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest
Grêmio e Internacional (RS) aprovam medidas sanitárias de proteção e Campeonato Gaúcho pode estar próximo de seu retorno - Crédito: Lucas Uebel

Grêmio e Internacional (RS) aprovam medidas sanitárias de proteção e Campeonato Gaúcho pode estar próximo de seu retorno – Crédito: Lucas Uebel

Da Redação com Agência Brasil
Porto Alegre, RS, 13 de maio de 2020

Depois da retomada dos treinos da dupla GreNal na última semana, o campeonato estadual de futebol do Rio Grande do Sul deu nesta quarta-feira (13) mais um passo para ser retomado. Em reunião virtual, os 12 clubes envolvidos na disputa aprovaram a proposta da federação local para a volta do torneio. Agora, o documento segue para o Tribunal de Justiça Desportiva do Rio Grande do Sul, Ministério Público (MP-RS) e Secretaria Nacional de Esportes para validação.

As deliberações sugeridas pela Federação Gaúcha de Futebol (FGF) levaram em consideração a aplicação do protocolo de segurança desenvolvido pela entidade e a realidade econômica dos times que disputam a competição. Já o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), disse que não há proibição de treinamentos de clubes esportivos no Decreto 55.240, publicado no último domingo (10) no Diário Oficial daquele estado.

“Não houve mudança. Na bandeira amarela, estão liberados os treinos em clubes esportivos. Podem reunir as pessoas até o limite que ali estão [estabelecidos]. Na bandeira laranja, constavam como fechados, mas estes clubes também têm estruturas de academias de ginástica, de musculação, que poderão funcionar nas mesmas condições das academias na bandeira laranja”, explicou Leite.

O decreto estabeleceu o distanciamento controlado em todo o estado, com o objetivo de combater a disseminação do novo coronavírus (covid-19). Logo que as medidas foram anunciadas, Grêmio e Internacional se adiantaram e suspenderam as atividades programadas para esta segunda-feira (11). Na semana passada, as equipes do Tricolor Gaúcho e do Colorado deram início aos treinos individuais na capital Porto Alegre.

“Está especificado ali como atendimento individualizado. A diferença é que o clube pode ter treinos coletivos na bandeira amarela e na bandeira laranja pode funcionar com atendimento individualizado nas mesmas condições e com mesmo rigor das academias. Nada foi alterado”, esclareceu o governador do Rio Grande do Sul.

As readequações propostas são: retomada dos jogos seguindo o calendário do futebol brasileiro (com período base para retomada entre o fim de julho e o início de agosto), contratações livres (salvo casos de atletas que já atuaram na edição deste ano do estadual) e, excepcionalmente, nenhuma equipe seria rebaixada ao término da competição. Com isso, em 2021 o número de descensos para a divisão de acesso seria de quatro equipes. Além disso, haveria o respeito integral às recomendações e orientações dos órgãos governamentais e autoridades sanitárias.

O planejamento do governo gaúcho de combate a proliferação da covid-19 divide o território em 20 regiões, e cada uma delas recebe uma classificação, de acordo com a propagação do vírus e a capacidade de atendimento hospitalar. São quatro estágios: bandeira amarela (situação mais amena), laranja, vermelha e preta (a mais restritiva). A capital Porto Alegre está incluída na cor laranja, que não desautoriza os trabalhos dos clubes como vem sendo feito.

O Estadual de 2020 está parado desde 16 de março por causa da pandemia do novo coronavírus (covid-19). Ainda precisam ser disputadas três rodadas da Taça Francisco Novelletto Neto (segundo turno), além dos confrontos de semifinal e final. Caso o vencedor não seja o Caxias (campeão do primeiro turno), haverá, ainda, a disputa da finalíssima.

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_