BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Série A3: Com redução na folha salarial, Grêmio Osasco descarta realizar demissões neste período de pandemia

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest
Diretor do Grêmio Osasco, Eduardo Pezzo, afirma que gestão financeira permite que o clube possa evitar demissões neste período de pandemia - Crédito: Divulgação

Diretor do Grêmio Osasco, Eduardo Pezzo, afirma que gestão financeira permite que o clube possa evitar demissões neste período de pandemia – Crédito: Divulgação

Antônio Boaventura
Osasco, SP, 14 de maio de 2020

Na contramão do atual momento econômico no planeta, o Grêmio Osasco optou por manter os contratos de trabalho durante este período de pandemia provocada pelo Covid-19. Entretanto, Eduardo Pezzo, gestor do clube osasquense, revelou que a folha salarial teve readequação de valores, mas, que por ser considerada de baixo valor em relação aos demais concorrentes no futebol paulista, o GEO sofre de forma moderada os impactos causados pela proliferação do vírus.

“90% dos atletas têm contratos longos e a comissão técnica do clube é muito enxuta, por isso estamos sofrendo menos do que os clubes com estruturas maiores e folhas salariais altas. A organização da gestão está nos ajudando neste momento, todavia também estamos passando por um momento complicado de redução de gastos de uma forma geral”, explicou Eduardo Pezzo, gestor do clube.

Sem revelar os valores que envolve a manutenção do clube na disputa do Campeonato Paulista da Série A3, Pezzo ressalta que o GEO possui senão a menor, mas uma das menores folhas salariais do terceiro nível do futebol estadual. O mesmo ressalta que esta é uma política interna daquela agremiação que conta em sua gestão com apoio do laboratório farmacêutico EMS, que tem sua sede na cidade de Hortolândia (SP).

Contudo, o time da cidade de Osasco (SP) está sem atuar desde o dia 13 de março quando venceu o Rio Preto pelo placar de 2 a 0, em partida disputada no estádio Prefeito José Liberatti, em Osasco (SP), que marcou a estreia do técnico Leonardo Vitorino. Diante deste cenário cercado de incertezas, Eduardo Pezzo entende que a prioridade é preservar a saúde e a vida das pessoas, além de aguardar as decisões dos agentes sanitários e de saúde sobre o tema.

“Sinceramente, acho que dificilmente alguém tenha essa resposta agora. Infelizmente o assunto é grave e muito delicado, pois a saúde sempre será em primeiro lugar. E no nosso caso, trabalhamos com pessoas, ou seja, não é um processo robotizado e engessado. Teremos muitas mudanças provavelmente no futebol. Nos resta esperar e aguardar as decisões dos órgãos competentes”, concluiu.

Na 13ª colocação do Campeonato Paulista da Série A3 com 12 pontos conquistados em 11 jogos realizados, o Grêmio Osasco encara em data e horário, ainda, a serem definidos, no estádio Bento de Abreu Sampaio Vidal, em Marília (SP), o Marília, 15º colocado com 11 pontos ganhos, pela 12ª rodada da competição estadual. Os oito primeiros colocados garantem vaga na fase quartas de final, enquanto os dois últimos são rebaixados à 4ª Divisão da competição estadual.

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_