BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Alagoano: Neste retorno às atividades em meio à pandemia, Eduardo Baptista elogia desempenho do CSA

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest
Ex-Palmeiras, o técnico Eduardo Baptista elogiou o desempenho dos atletas do CSA nesta retomada aos trabalhos em meio à pandemia - Crédito: Yuri Levi

Ex-Palmeiras, o técnico Eduardo Baptista elogiou o desempenho dos atletas do CSA nesta retomada aos trabalhos em meio à pandemia – Crédito: Yuri Levi

Isaac Simões
Maceió, AL, 01 de julho de 2020

O CSA está próximo de completar dez dias de treinamentos no Centro de Treinamento Nelson Peixoto Feijó, em Maceió (AL), em meio à pandemia provocada pelo Covid-19. Com a Série B do Campeonato Brasileiro prevista para iniciar em agosto, o Azulão do Mutange trabalha para recuperar o elenco o quanto antes e deixá-lo apto para a competição. Já o técnico Eduardo Baptista, ex-Palmeiras e Ponte Preta, elogiou o desempenho dos atletas.

“Nós trabalhamos bem essa primeira semana. Já estamos entrando na segunda. Uma semana de readaptação simples, de vestir a chuteira, correr no gramado, bater na bola e preparar toda a parte sensorial dos atletas, que ficaram três meses sem contato. Essa fase é de acolhimento dos jogadores para que eles se sintam seguros”, disse o técnico Eduardo Baptista.

De acordo com o técnico azulino, a volta aos trabalhos do CSA está dividida em quatro fases: testagem da covid, avaliações físicas, parte técnica e tática. Com a paralisação do futebol alagoano em março, os jogadores marujos ganharam férias em abril, e desde maio vêm realizando treinamentos apenas por videoconferências, em casa. “Esse lado humano é muito importante. Os atletas tinham que entrar no CT, sentir o clima para esquecerem um pouco tudo que está acontecendo para conseguir realizar o seu trabalho na plenitude”, declarou.

No entanto, ao contrário do esperado, Eduardo Baptista destacou o condicionamento físico do grupo como um dos grandes pontos neste retorno. “Nós conseguimos que os atletas voltassem em uma condição muito boa. Eles chegaram em uma condição que hoje está muito melhor do que comparada a janeiro, quando as férias foram só de 30 dias. Então, mostra que o trabalho realizado, mesmo por videoconferência nesse período, foi muito bom”, explicou o comandante.

Seguindo o protocolo de saúde criado pelo clube marujo com apoio das autoridades de Alagoas, os atletas de linha estão trabalhando divididos em três grupos, com horários distintos dentro do CT, evitando aglomeração, enquanto os goleiros trabalham pela manhã. Além disso, somente os jogadores estão autorizados a ficarem sem máscara de proteção durante as atividades, e seguem mantendo distanciamento. “Muito pela dedicação deles que não pararam em nenhum momento. Lógico que tem pontos físicos importantes que foram perdidos, mas no geral eles chegam muito bem”, concluiu.

Eliminado da Copa do Brasil pelo Vitória (ES) e sem chances de classificação para a fase final da Copa do Nordeste, o CSA tem apenas o título estadual e a luta pelo acesso à Série A do Brasileirão como objetivos nesta temporada. Na competição estadual, o Azulão alagoano ocupa a 3ª colocação na tabela de classificação com 10 pontos em 5 jogos realizados. Seu próximo adversário é o ASA, em Arapiraca (AL), em data e horário à serem definidos pela Federação Alagoana de Futebol (FAF).

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_