BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Baiano: Depois de 9 meses, Geninho deixa o comando técnico do Vitória

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest
O técnico Geninho deixou o comando técnico do Vitória após nove meses - Crédito: Divulgação

O técnico Geninho deixou o comando técnico do Vitória após nove meses – Crédito: Divulgação

Da Redação
Salvador, BA, 02 de julho de 2020

O técnico Geninho deixou o comando do Vitória depois de nove meses, após negociação amigável com a direção do Rubro-Negro baiano. Para o seu lugar, o clube da “Terra de Todos os Santos” promoveu o auxilia-técnico Bruno Pivetti, que permanece como comandante do Leão do Manoel Barradas até o encerramento desta temporada. O time disputa a Copa do Brasil, Copa do Nordeste, Campeonato Baiano e o Campeonato Brasileiro da Série B na sequência deste ano.

Geninho chegou ao Vitória em setembro de 2019 e deixa o time em segundo lugar no Grupo B da Copa do Nordeste, com 13 pontos, mesma pontuação do líder Confiança. Na Copa do Brasil, está classificado para a terceira fase e disputará a vaga com o Ceará, quando as competições retornarem. O Rubro-Negro baiano éo quarto colocado na disputa do Campeonato Baiano com 11 pontos conquistados em 7 jogos realizados.

“Agradeço todos os membros da comissão técnica que estiveram comigo nesse período, aos jogadores que deram seu máximo em campo, aos funcionários pelo dia a dia, e à torcida que sempre que pode nos apoiou muito. Fica minha torcida pelo sucesso do clube”, declarou o técnico Geninho, que encerrou sua terceira passagem pelo Leão do Manoel Barradas.

De acordo com a direção do clube baiano, a decisão do afastamento de Geninho do comando técnico foi tomada em função da busca incessante da direção atual do clube pelo equilíbrio financeiro diante da grave situação herdada de gestões anteriores, agravada com a considerável perda de receitas ocasionada pela pandemia do coronavírus e pela confiança que tem no profissional que o substituirá. Com a efetivação de Bruno Pivetti, o ex-zagueiro do clube, Flávio Tanajura, passa a ser o auxiliar principal do futebol profissional.

“Sou treinador há muito tempo e tive muitas experiências antes de chegar ao Vitória. Já tenho algum tempo na instituição e me sinto muito à vontade tanto no clube quanto na cidade [Salvador (BA)]. Tenho apoio dos meus companheiros de comissão técnica e tenho a noção de que os jogadores nos dão um suporte muito interessante para o trabalho que buscamos desenvolver”, concluiu Pivetti.

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_