BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Copa do Nordeste: Vice-campeão, Roger Machado admite superioridade do Ceará na decisão contra o Bahia

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest
O técnico Roger Machado entende que o Ceará foi superior ao Bahia e mereceu ficar com o título desta temporada da Copa do Nordeste - Crédito: Felipe Oliveira

Da Redação
Salvador, BA, 04 de agosto de 2020

Assim como em 2015, o Ceará voltou a superar o Bahia em uma decisão de Copa do Nordeste. E com a derrota por 1 a 0 nesta terça-feira (04), em partida disputada no estádio Metropolitano Governador Roberto Gomes, o Pituaçu, em Salvador (BA), o Tricolor de Aço acabou ficando com o vice-campeonato da competição nacional. Já o técnico Roger Machado entende que a conquista do título por parte da equipe cearense, que se sagrou campeã pela terceira vez da chamada “Lampions League” [1969, 2015 e 2020].

“É uma final de campeonato com dois times de Série A, que chegaram à final da competição por mérito e pelas suas campanhas nas etapas anteriores. Perder uma final nunca é bom, ainda mais para um adversário do mesmo nível. Evidente que, non placar agregado, pareceu haver uma superioridade, em função do placar, porém, foram dois jogos decisivos, em que prevaleceu quem cometeu menos erros e, merecidamente, o adversário se tornou campeão”, declarou o técnico Roger Machado.

Para ficar com o título da temporada deste ano da Copa do Nordeste, o Bahia precisava vencer o Ceará por três gols de diferença ou dois gols para que a definição do campeão pudesse ir para às cobranças de pênaltis. No entanto, o Vozão voltou a vencer o Tricolor Baiano, dessa vez, por 1 a 0 – gol do atacante Cléber Jesus. Diante deste cenário, Machado entende que é preciso reavaliar a postura da equipe contra adversários que adotam estratégias mais defensivas contra seu time.

“Nós retornamos dessa pandemia contra o Náutico, numa atuação de altíssimo nível, em que todo mundo estava gostando e fazendo quatro gols. Porém, à medida que a competição vai evoluindo, nestas fases mais decisivas, times mais bem posicionados, bem postados defensivamente, justamente para bloquear o nosso time mais técnico. O que rever do trabalho, é analisar justamente, criar alternativas para que, contra times fechados, com o time técnico que a gente tem, a gente consiga solucionar os problemas que acontecem dentro de campo”, encerrou.

Com a derrota por 1 a 0 para o Ceará nesta terça-feira (04), em partida disputada no estádio Metropolitano Governador Roberto Gomes, o Pituaçu, em Salvador (BA), o Bahia ficou com o vice-campeonato desta edição da Copa do Nordeste. O Tricolor da “Boa Terra” foi campeão nos anos de 2001, 2002 e 2017. Contudo, o clube do estado da Bahia também foi vice-campeão 1997, 1999, 2015, 2018 e 2020. Agora, o time do técnico Roger Machado volta suas atenção para a decisão do Campeonato Baiano diante do Atlético (BA).

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_