BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Série B: Após derrota para a Ponte Preta, Márcio Goiano ressalta prejuízos do Covid-19 ao CSA

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest
Auxilia-técnico, Márcio Goiano afirma que o CSA é a equipe do futebol brasileiro mais prejudicada pelo Covid-19 - Crédito: Divulgação

Da Redação
Campinas, SP, 21 de agosto de 2020

Além dos adversários nesta edição do Campeonato Brasileiro da Série B, o CSA também precisa superar os efeitos, prejuízos e estragos que o Covid-19 está provocando no clube. Diante deste cenário, o Azulão do Mutange não pode contar para o duelo desta sexta-feira (19), no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP), contra a Ponte Preta, com o técnico Eduardo Baptista, diagnosticado com Coronavírus. Já Márcio Goiano, auxiliar-técnico, entende que aquela agremiação alagoana é a mais prejudicada pelo vírus no futebol brasileiro.

“Se você observar, o CSA e a equipe que mais sofreu com essa pandemia. Teve uma pandemia no clube e a gente não consegue entender de onde veio. Treinamos uma equipe para jogar contra o Guarani e tivemos que mudar sete atletas. Jogamos contra o Operário (PR) com atletas que se recuperaram para completar a relação”, declarou Márcio Goiano, auxiliar-técnico do CSA.

Contudo, o comandante do Azulão Alagoano naquele embate, Goiano entende que mesmo com as dificuldades o time precisa evoluir para a sequência da competição. Por conta deste cenário que assola o CSA, o clube tem dois jogos a menos na competição em relação a seus concorrentes. Os gols da partida contra a Macaca foram marcados por Marquinhos à favor do Alviceleste, enquanto João Paulo e Matheus Peixoto marcaram para os donos da casa.

“Para o jogo de hoje o Eduardo [Baptista] testou positivo. Foi o terceiro jogo nosso e temos dois a menos. Temos ciência de que precisamos evoluir e nos dois jogos a gente sofreu um pouco por questões individuais e pontuais. A nossa equipe fez um belo jogo, apesar do resultado e dentro da normalidade do que a gente vem passando”, encerrou.

Na 16ª colocação do Campeonato Brasileiro da Série B com 3 pontos conquistados em 3 jogos realizados, o CSA recebe no próximo domingo (30), ás 19h, no estádio Rei Pelé, em Maceió (AL), o rival CRB, 8º colocado na competição nacional com 7 pontos ganhos. Este confronto é válido pela 6ª rodada. Os quatro primeiros colocados garantem vaga na elite do futebol brasileiro em 2021, enquanto os quatro piores são rebaixados para a Série C.

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_