BUSCAR NOTÍCIA

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_

Libertadores: Na Vila Belmiro, Soteldo lamenta empate do Santos diante do Olímpia (PAR)

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest
O venezuelano Soteldo acredita que a disputa da Copa Libertadores é mais complicada do que o Campeonato Brasileiro da Série A - Crédito: Ivan Storti

Klauber Pavesi*
Santos, SP, 15 de setembro de 2020

O Santos recebeu nesta terça-feira (15), no estádio Urbano Caldeira, a Vila Belmiro, em Santos (SP), o Olímpia (PAR), pela 3ª rodada do grupo G desta edição da Copa Libertadores. A partida terminou com o empate em 0 a 0. O meia-atacante venezuelano Soteldo, além de lamentar o resultado como mandante, ele também classificou a disputa da competição sul-americana mais complicada em relação ao Campeonato Brasileiro da Série A. O Peixe lidera sua chave com 7 pontos conquistados em 3 jogos realizados.

“Acho que não entramos ligados no primeiro tempo, mas depois tentamos jogar. A Libertadores é mais difícil que o Brasileiro, o árbitro não apita tudo. Eles passaram o jogo todo atrás. Lamentavelmente o gol não saiu, mas a gente jogou bem. Hoje, eles jogaram bem, mas não deu certo”, disse o meia-atacante venezuelano Soteldo.

Já o técnico Cuca entende que o fato da equipe paraguaia ficar com um atleta a menos por conta da expulsão do volante Rodrigo Rojas deixou a partida mais complicada para o Santos em função da postura adotada pelo Olímpia (PAR) a partir daquele momento. Contudo, o comandante do Alvinegro Praiano ressaltou a baixa efetividade do setor ofensivo naquele confronto, além de ressaltar a carência de atletas com características que o jogo passou a exigir da equipe.

“O adversário se fechou todo atrás, muito atrás. Para isso ganhamos a linha de fundo e o cruzamento. E precisávamos de um definidor que não temos. O jogo não ficou na nossa característica. O time ficou todo à frente, mas não tivemos muitas chances. Faltou mais jogadas individuais e não fomos felizes. Marcaram bem, passaram bem a linha”, concluiu.

Na 1ª colocação do grupo G da Copa Libertadores com 7 pontos conquistados em 3 jogos realizados, o Santos encara na próxima quinta-feira (24), ás 23h, no estádio Jocay, em Manta (EQU), o Delfín (EQU), 3º colocado daquela chave com 1 ponto ganho. Este duelo é válido pela quarta rodada da primeira fase daquele grupo da competição internacional. Os dois primeiros colocados de cada grupo garantem vaga na próxima fase.

*Sob supervisão de Antônio Boaventura

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM_