Arábia Saudita: Volante do Al Ahli, Souza passa por cirurgia no púbis e fará recuperação no Vasco

O jogador brasileiro passou por intervenção cirúrgica no último dia 29 de janeiro, na França, e iniciou o tratamento médico na Arábia Saudita. Agora ele ganhou autorização do seu clube para ficar período no time brasileiro, ao lado dos familiares

Da Redação
Rio de Janeiro, RJ, 27 de janeiro de 2019

Após passar por cirurgia no púbis no último dia 29 de janeiro, na França, Souza segue em recuperação e com o tratamento em evolução. Nos próximos dias, ele dará continuidade ao trabalho no Brasil. E o Vasco da Gama, clube pelo qual tem grande carinho e foi revelado, será o local escolhido pelo volante do Al Ahli, da Arábia Saudita. O atleta recebeu nesta semana a autorização dos dirigentes árabes e chegará em março.

“Era algo que eu queria muito, poder estar no Brasil, em um lugar que conheço bem e com estrutura de qualidade. O Vasco abriu as portas para mim, o Al Ahli entendeu a minha vontade e chegamos a um acordo. Ficarei nos próximos dias, até ser liberado para os treinos no campo. Ainda não dá para saber quanto tempo esse processo vai demorar, mas ao menos 30 dias, com certeza, já sabemos que vai levar´´, afirmou Souza.

No último dia 29, em sua conta no Instagram, o brasileiro falou sobre a cirurgia e explicou a situação crônica que viveu nos últimos anos até chegar ao procedimento:

“Queria agradecer a Deus, em primeiro lugar, pelo sucesso da cirurgia. À minha esposa, por estar ao meu lado sempre, ao clube Al Ahli e ao meu amigo Bruno Maziotti, pela indicaçao do Dr. Reboul Guilles, excelente cirurgião. E por último meu muito obrigado ao Dr. Reboul pelo cuidado comigo. Muito feliz e aliviado em saber que jogarei sem nenhuma dor e assim continuarei depois dos jogos´´, disse.

Aos 30 anos, Souza chegou ao Al Ahli nesta temporada, com vínculo de três anos. Ele acumula 17 jogos, um gol e três assistências. Depois desse período de tratamento no Vasco, o volante voltará a conversar com o clube árabe para definir os próximos passos da recuperação, no Brasil ou na Arábia Saudita, até ser liberado para voltar a atuar.

Fonte: Inovem