Carioca: Bruno Henrique entra na etapa final, marca dois gols em sua estreia e festeja vitória do Flamengo

O Botafogo vencia o clássico de sábado (26/1), no Engenhão, por 1 a 0, quando no intervalo o técnico Abel Braga decidiu mudar o esquema tático do Rubro Negro. Sacou Vitinho, que estava apagado, e promoveu a estreia do ex-santista. E deu certo!

Da Redação
Rio de Janeiro, RJ, 27 de janeiro de 2019

Em sua estreia com a camisa do Flamengo, o atacante Bruno Henrique, que em toda temporada de 2018 pelo Santos tinha feito apenas dois gols, marcou logo duas vezes e decretou a vitória, de virada, por 2 a 1, em cima do rival Botafogo, no sábado (26/1), no Engenhão, pela terceira rodada do Campeonato Carioca. Ele entrou apenas no segundo tempo, quando o Rubro Negro perdia por 1 a 0, e mostrou que poderá ser muito útil para o time de Abel Braga.

“Estou muito feliz! Consegui jogar bem e marcar dois gols. Vou guardar minha camisa. Vai para um quadro para ficar lembrança pela estreia no Flamengo. Desde a minha chegada todos me receberam muito bem, e isso se reflete dentro de campo. O elenco tem muita qualidade e em poucos dias já me enturmei´´, festejou Bruno Henrique.

Bruno Henrique deu ainda um lindo passe para Gabriel, ex-companheiro de Santos, marcar o terceiro gol do Flamengo. Porém, de maneira equivocada, a arbitragem anulou o que seria uma linda assistência do goleador da vitória diante do Botafogo.

“Uma pena. Em campo achei que o Gabriel não estava impedido. Ainda bem que o Flamengo venceu o o erro não interferiu no resultado´´, disse.

Com a derrota parcial no primeira tempo, na volta do intervalo, Abel Braga promoveu sua primeira substituição, colocando o estreante Bruno Henrique no lugar de Vitinho. A mudança surtiu efeito e o jogador passou a ser a principal opção ofensiva do time. Aos 17, o ex-santista teve a primeira opção dando um carrinho na cara do gol, mas a zaga chegou primeiro e evitou. Porém, um minuto depois, não teve jeito. Na cobrança do escanteio, Everton Ribeiro colocou a bola na cabeça do estreante: 1 a 1.

Cinco minutos depois, o mesmo jogador teve outra chance, com belo chute da entrada da área, mas a bola passou raspando pela trave. Só dava Flamengo e só dava Bruno Henrique. Aos 25, a bola entrou de novo. E foi ele. Em lance confuso, Bruno Henrique acertou um belo chute no ângulo, sem chance para Gatito, definindo o placar.

“O Bruno Henrique me dá opção tática muito interessante. Foi o primeiro nome que pedi para o Flamengo contratar. Um jogador do tamanho dele, com presença de área e velocidade é sensacional´´, explicou o técnico Abel Braga.