Carioca: Campeão invicto da Taça Guanabara, Vasco já pensa no Serra-ES, na 2ª fase da Copa do Brasil

Foram sete vitórias em sete jogos, ou seja, aproveitamento de 100% e o título do primeiro turno do Estadual para o Gigante da Colina, que superou o Fluminense por 1 a 0, gol de Danilo Barcelo. A meta agora é correr atrás de outro caneco

Da Redação
Rio de Janeiro, RJ, 18 de fevereiro de 2019

O Vasco quebrou um tabu de 22 anos ao conquistar a Taça Guanabara com 100% de aproveitamento, no último domingo (17/2), no Maracanã. A vitória sobre o Fluminense por 1 a 0 foi a sétima em sete jogos. Ao todo foram 13 gols marcados e apenas dois sofridos. O último campeão com o mesmo desempenho foi o Botafogo, em 1997.

O gol do título foi marcado por Danilo Barcelos, em cobrança de falta. Com o resultado, o Gigante da Colina garantiu vaga na semifinal do Campeonato Carioca.

Sem tempo para continuar festejando, o Vasco já pensa em um projeto mais audacioso. De olho no título da Copa do Brasil, a equipe já pensa no confronto único pela segunda fase. O próximo compromisso será nesta quarta-feira (20), diante do Serra-ES, no Estádio Kleber Andrade.

O JOGO

O primeiro tempo foi bem truncado. O jogo era muito disputado no meio-campo, com poucas chances claras de gol criadas pelas duas equipes. Até os 25 minutos, o Vasco esteve um pouco melhor, criando boas chances pelos lados, mas não conseguiu finalizar com perigo. A primeira boa finalização veio com Bruno César, da meia-lua, após passe de calcanhar de Marrony. Mas o camisa 10 mandou por cima.

A partir dos 25 minutos, o adversário teve mais a bola, mas pouco criou. Na única vez em que chegou com perigo, Fernando Miguel fez linda defesa com o rosto. Na parte final da primeira etapa, a tônica foi a mesma, mantendo o equilíbrio.

image
Valentim orienta o time na parada técnica (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

A torcida vascaína, que foi liberada para entrar no Maracanã na metade do primeiro tempo, empurrou e o Vasco começou o segundo tempo em cima do Fluminense. Com Rossi no lugar de Bruno César, o Vasco ganhou força de marcação no ataque, pressionando a saída de bola do adversário. A intensidade caiu com o passar do tempo e as chances eram raras.

Em decisão, muitas vezes a bola parada decide. E foi desse jeito, aos 35 minutos, que Danilo Barcelos tirou o zero do placar. O lateral buscou o cruzamento, Marrony ainda tentou tocar na bola, mas ela foi direto para o gol: VASCO 1 a 0. Com a vantagem, o Cruzmaltino administrou e segurou a pressão, conquistando a Taça Guanabara.

image
Torcida fez bonita festa no Maracanã (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)