Carioca: Flamengo é campeão e Abel Braga dedica título a Zé Ricardo, atacado covardemente por botafoguenses

Após duas vitórias consecutivas por 2 a 0 diante do Vasco, o Rubro Negro da Gávea faturou o caneco estadual. E o seu comandante acabou fazendo homenagens aos garotos da base mortos no Ninho do Urubu, ao filho e ao ex-técnico do rival

Willian Arão abre o placar para o Flamengo e festeja mais um título carioca em sua carreira

Da Redação
Rio de Janeiro, RJ, 21 de abril de 2019

O Flamengo conquistou neste domingo (21/4), no Maracanã, o seu 35º título carioca ao vencer o Vasco por 2 a 0. Os gols da partida foram marcados por Willian Arão e Vitinho. No clássico de ida, o Rubro Negro havia vencido pelo mesmo placar, gols de Bruno Henrique.

No vestiário, festejando o título, o técnico Abel Braga fez questão de dedicar o título para várias pessoas, como os 10 garotos das categorias de base mortos no Ninho do Urubu, o filho que perdeu há dois anos e até o treinador Zé Ricardo, demitido recentemente no Botafogo, que foi hostilizado, xingado e ameaçado por torcedores covardes que foram ao aeroporto e o perseguiram.

“Esse pedaço do título que tenho direito ofereço ao Zé Ricardo. Nunca vi dentro do futebol, em um momento extremamente complicado, a postura que ele teve no aeroporto naquele episódio deplorável. Uma imagem covarde. Uma pessoa só, com sua consciência, seu caráter, contra várias pessoas. A torcida do Botafogo é muito grande, mas aqueles seis, dez torcedores, foram covardes. Ele mostrou que é um grande homem. Aquela atitude que ele teve me fez pensar muita coisa´´, disse Abel Braga.

Nesta segunda-feira (22), a delegação rubro-negra embarca para o Equador, onde na próxima quarta-feira (24) enfrenta a LDU, às 21h30, em partida válida pela quinta rodada da Libertadores.

“Estou feliz com a conquista do título, mas com certeza não vou dormir. Já estou preocupado com o jogo de quarta-feira. Joguei lá e sei como é que é. É a última chance da LDU. Um time que em casa é difícil de bater. Temos que ir com esse sentimento´´, afirmou o comandante do Flamengo.

Em relação ao segundo clássico contra o Vasco, Abel Braga foi sincero e admitiu que o adversário jogou melhor. Porém, o Flamengo foi eficiente e inteligente.

“Estávamos muito precavidos. Sabíamos que íamos sofrer, marcar pressão. O adversário foi digno e jamais esmoreceu. Uma conquista não é feita de um jogo. Não foi uma das melhores partidas que o Flamengo fez no ano. Fizemos partida inteligente. No jogo em si o Vasco foi superior´´, analisou.

Comentários

avatar
  Subscribe  
Notify of