Catarinense: Márcio Araújo fala em “sorte” do Joinville em vitória sobre a Chape, no último minuto

No último lance de jogo, Amaral parou o ataque do JEC, e Hugo Almeida fechou o jogo em vitória do Tricolor catarinense.

João Rafael Pinheiro
Chapecó, SC, 17 de março de 2019

A Chapecoense saiu com a derrota por 2 a 1, na noite deste domingo (17) para o Joinville, na Arena Condá em Chapecó. O Verdão do Oeste perde a oportunidade de assumir a liderança do Catarinense. O volante Márcio Araújo apontou os erros do Furacão do Oeste e assumiu que o JEC teve sorte na vitória.

Com dois gols de Hugo Almeida, e a exploração dos contra ataques, o JEC matou o jogo frente a Chapecoense. Em uma Arena Condá com pouco mais de três mil pagantes, o que se viu foi um JEC recuado e uma Chape desesperada e sem sorte. Hugo Almeida teve êxito na bola parada, e assim saíram os gols do Tricolor. Everaldo descontou para o Verdão.

O volante Márcio Araújo, ao fim do jogo, afirmou que a Chapecoense foi superior por todo o jogo, desenvolvendo um futebol melhor, e empurrando o JEC para a defesa. No entanto, ele afirma que o adversário teve sorte em conquistar a vitória. “A gente tá mesclando bem o time, estamos indo bem no campeonato e conseguimos vencer os jogos. Mas é uma atuação pra ser debatida. Mas foi tudo no detalhe”.

O volante vê que a tática de Claudinei Oliveira funcionou durante o jogo, com a perspectiva de empurrar o JEC para o campo defensivo. No entanto, a estratégia não funcionou como os jogadores treinaram e queriam.

“Mas não jogamos pra perder, tivemos no segundo tempo quatro chances pra marcar e não fizemos o gol. Temos que ter paciência, sei que a cobrança da torcida é normal, pois em clássico jogamos pelo resultado e deveríamos ter ganho. Mas o volume nosso foi intenso e empurramos eles para trás, mas na bola parada eles fizeram dois gols. Então, a gente tem que caprichar e transformar em gols. Pois não adianta nada, jogar o time adversário pra trás, jogar a bola na área e não empurrar a bola para o gol”, concluiu o volante.

Com o resultado, a Chapecoense estaciona nos 24 pontos e perde a vice-liderança, já que o Avaí empatou com o Figueirense em 0 a 0. Já o Joinville chega aos 16 pontos, e segue na 7° colocação, ainda com esperanças de chegar aos G-4.

Na próxima partida, a Chape recebe o desesperado Tubarão, lanterna da competição com apenas 7 pontos. O jogo será na Arena Condá, na próxima quarta (20) às 20 horas. Enquanto o Joinville terá Hercílio Luz, em casa, na quinta (21) às 20h30.