Cearense: Lisca admite que Ceará tem que pensar no título, mas quer acabar com a história de favoritismo

No final de semana, pela Copa do Nordeste, o Vovô atropelou o Altos, do Piauí, e agora volta a sua atenção para a competição estadual. E já volta a campo para encarar o Galo do Tabuleiro, nesta quarta-feira (13/2), às 20 horas (local), na Arena Castelão

Da Redação
Fortaleza, CE, 12 de fevereiro de 2019

É claro que o Ceará será sempre apontado favorito, ao lado do rival Fortaleza, toda vez que começar o Campeonato Cearense. É inegável a força dos rivais no âmbito estadual e não será diferente em 2019. Porém, o técnico Lisca lembra que a equipe está dividida em outras duas competições importantes, a Copa do Nordeste e a Copa do Brasil. Por tudo isso, e principalmente por ser obrigado a mesclar o time titular, o comandante do Vovô não quer festa e pose de favorito a cada rodada.

Após estrear com goleada no Cearense, aplicando 4 a 0 em cima do Floresta, o Ceará volta a campo, agora pela segunda rodada, na quarta-feira (13/2), às 20 horas (horário local), na Arena Castelão, para encarar o Horizonte. E Lisca quer ver o time jogando bola, partindo para cima do rival, sem posar de favorito e assumindo a responsabilidade.

“Sabemos da responsabilidade que temos em conquistar o campeonato, mas passamos da fase de pensar em favoritismo. Não é o nosso pensamento. Somos time que vem crescendo e conquistando o seu espaço. Nós precisamos trabalhar, dia após dia, jogo a jogo, para fazer bons resultados. Cada partida tem sua dificuldade e todo adversário merece ser respeitado. Com o Horizonte não será diferente´´, disse Lisca.

Após vitória contra o Altos-PI no fim de semana, pela Copa do Nordeste, Ceará se reapresentou para treinos, em Porangabuçu, na manhã de terça-feira, com foco no Estadual. E o zagueiro Eduardo Brock concordouu com o Lisca, pedindo trabalho e seriedade diante do Horizonte.

“Conseguimos a vitória contra o Altos e isso é o mais importante, mas sabemos que temos que melhorar bastante. O trabalho está no início ainda e a parte física de todos está melhorando. Quando entrar, precisamos fazer bons jogos e é isso que estamos buscando´´, avaliou Eduardo Brock.

Jogando em casa contra o Horizonte, o aproveitamento do Vovô é de 75%. No histórico geral, os times já duelaram 27 vezes. São 15 vitórias do Ceará, contra sete do Horizonte.

Fonte: assessoria de imprensa do Ceará