Copa Paulista: Acostumado com clássicos pelo Azulão, Paulinho Santos vê jogo especial contra Ramalhão

Com o mesmo número de pontos do Taubaté, mas na liderança pela vantagem no saldo de gols (6 a 5), o São Caetano desafia o rival Santo André, neste sábado (25/8), às 15 horas, no estádio Bruno José Daniel, no encerramento do primeiro turno

Da Redação
São Caetano do Sul, 23 de agosto de 2018

Sem jogar neste meio de semana pela Copa Paulista, o líder São Caetano vem aproveitando para fortalecer a preparação para a partida contra o rival Santo André. Clássico que não acontece, em competições oficiais, desde a Série A-2 (Segunda Divisão) do Campeonato Paulista de 2016.

Acostumado com clássicos, o volante Paulinho Santos destacou todo o cuidado que a partida contra o rival, marcado para sábado (25/8), às 15 horas, na cidade de Santo André.

“É o clássico do ABC e, por isso, sabemos que tem tradição imensa. Em clássico zera tudo, não existe favorito na minha opinião. Os dois times entram fortes para esse jogo. Quem se preparar mais, quem estiver mais focado e determinado, irá fazer o resultado´´, opinou.

Azulão e Ramalhão já se enfrentaram em 31 oportunidades no retrospecto geral do duelo. O São Caetano leva vantagem com 10 vitórias, contra nove triunfos do rival, e outros 12 confrontos terminaram empatados.

Desde 2015 defendendo as cores do São Caetano, Paulinho Santos conhece bem o dérbi do ABC. Por esta razão, o meio-campista classificou o próximo compromisso como especial.

“Tem sabor diferente. Por ser rival da região, nós nos preparamos mais tanto na parte psicológica quanto na tática. É importante vencer. Mas, para isso, precisamos trabalhar forte durante a semana para conquistar os três pontos´´, afirmou Paulinho Santos.

Atuando na condição de visitante – como será neste fim de semana -, o São Caetano jogou com o Santo André em 16 oportunidades. Além de seis empates, cada clube tem cinco vitórias.

 

Fonte: assessoria de imprensa do São Caetano