Copa Paulista: São Caetano empresta volante Régis para o Náutico até o final do Brasileiro da Série C

Pintado perde jogador importante para o meio-campo do Azulão para a competição estadual, mas ganha de reforço o zagueiro William Mineiro, que estava no Tubarão-SC

Luiz Ademar (Futebol Caipira)
São Caetano do Sul, SP, ,5 de abril de 2018

Enquanto o técnico Pintado define o elenco do São Caetano para disputar a Copa Paulista, a diretoria aproveitar para faturar dinheiro com os jogadores que mais se destacaram no último Campeonato Paulista. O último deles foi o volante Régis, cedido ao Náutico, por empréstimo, até o término da Série C do Campeonato Brasileiro.

Pelo São Caetano, o volante disputou 40 jogos e marcou oito gols. Três destes foram marcados na reta decisiva da Série A2 (Segunda Divisão) do Campeonato Paulista de 2017, quando o time do ABC foi campeão e retornou à elite paulista.

Régis ficará fora do elenco do São Caetano na Copa Paulista. Porém, no final da temporada, ele retornará ao clube para disputar a temporada de 2019.

Se o volante Régis saiu por empréstimo, William Mineiro retornou ao São Caetano após ter vivenciado no primeiro semestre uma nova experiência longe do Anacleto Campanella. Atuando por empréstimo no Tubarão-SC, o zagueiro foi figura crucial no clube do Sul, que terminou o Estadual em terceiro lugar.

“Esse período fora foi de extrema importância. Evolui muito não apenas como jogador, mas como pessoa também. Foi uma experiência diferente, tudo novo. Mas consegui impor o meu jeito de jogar. Agora voltei para buscar o meu espaço´´, afirmou.

Com a boa participação no Catarinense, o Tubarão também conseguiu vaga para disputar as próximas edições tanto da Copa do Brasil quanto da Série D do Campeonato Brasileiro.

Copa Paulista

No retorno ao São Caetano, William Mineiro mira a inédita conquista da Copa Paulista. Conhecedor da disputa, o zagueiro ressaltou as dificuldades da competição.

“É campeonato muito difícil, com as equipes que estão fora do cenário nacional. Todo mundo quer vaga na Série D ou Copa do Brasil. Sabendo desta dificuldade, vou oferecer o meu melhor para sermos campeões´´, disse o atleta, que também comentou sobre a expectativa de trabalhar com o técnico Pintado.

“Só tive boas referências dele. Todo mundo falou muito bem, pois é treinador que oferece muita confiança ao jogador. Acho o Pintado excelente profissional, e espero que ele possa acreditar no meu trabalho´´, concluiu.

Fonte: assessoria de imprensa do São Caetano