Copa Paulista: Volante Alê, 32 anos, e atacante Daniel Bueno, 34, chegam para dar experiência ao Noroeste

O popular Norusca está mesclando juventude e experiência para a disputa da competição regional, que acontece a partir de agosto. O volante ganhou vários títulos no São Paulo e Atlético-MG, o mesmo acontecendo com o novo centroavante

Da Redação
Bauru, SP, 16 de julho de 2018

O Noroeste confirmou nesta segunda-feira (16/7) a contratação de dois jogadores que trazem bagagem de títulos, experiência e liderança para o grupo na disputa da Copa Paulista 2018, que terá início no dia 4 de agosto, contra o Rio Claro. São eles o volante Alê, 32 anos, e o centroavante Daniel Bueno, de 34.

Alê tem histórico no futebol que impõe respeito. Tem dois título de Libertadores. Um pelo São Paulo, em 2005, clube onde foi revelado, e pelo Atlético Mineiro, em 2013. Natural de Embu das Artes (SP), destro e 1,77 de altura, p jogador é um líder nato, daqueles que cobra o próprio rendimento o tempo todo e dos demais companheiros.

O novo volante do Noroeste é um dos mais aplicados nos treinamentos da pré-temporada e será peça fundamental no decorrer do ano. Alê defendeu também o Botafogo-RJ e depois jogou no futebol japonês, onde ficou três anos. Em 2010, ele estava no Santo André, que disputou o título Paulista em final contra o Santos, de Neymar, em 2010.

No segundo semestre de 2010, Alê foi comprado pelo Atlético-MG, onde foi bicampeão da América em 2014. Alê tem ainda um título Mundial de Clubes e um Brasileiro Série A, no elenco do Tricolor. O atleta também defendeu as categorias de base da Seleção Brasileira. O último clube dele foi o Sertãozinho, que disputou a Série A2 (Segunda Divisão) do Paulista.

Alê, Daniel Bueno e o goleiro Cairo são candidatos para usarem a braçadeira de capitão da equipe comandada pelo técnico Betão Alcântara. Confiante no projeto do clube, o jogador falou da expectativa de vestir a camisa alvirrubra.

“Tenho liderança que é minha, desde moleque, e em todas equipes que passei, mesmo não sendo o capitão, sempre exerci essa função no grupo. Me entrego ao máximo, sou extremamente competitivo. E por ter passado por grandes clubes e conquistado títulos importantes, não desisto nunca em campo. Cobro muito, a todos, mas sempre estou incentivando, dando força, aplaudindo as jogadas e colocando meus companheiros para cima para que possamos ter uma equipe vencedora´´, destaca o jogador.

DE VOLTA E COM FOME DE GOLS

O Norusca está com um novo centroavante e ele destaca que vem com vontade de balançar as redes adversárias. Conhecido da torcida, Daniel Bueno, destro, 1,86 de altura, natural de Tietê (SP), foi formado pelo Atlético de Sorocaba. Jogou com destaque no São Caetano e Santo André, onde conquistou acesso da Série C para a Série B do Brasileirão de 2002 e o título da Copa Paulista de 2003.

A partir de 2004, Daniel Bueno iniciou carreira no exterior, no Japão. Em 2006, recebeu convite do técnico Paulo Comelli para defender o Noroeste no Paulistão, onde conquistou o quarto lugar e o título de Campeão do Interior.

Depois, Daniel Bueno jogou no Atlético de Sorocaba e foi para fora do país outra vez, atuando na República Tcheca e Malta. Seu último clube foi o Náutico, em 2018, onde foi campeão pernambucano dando alegria ao torcedor que estava numa fila sem título há 11 anos.

“Sou centroavante aguerrido, brigador. Não sou atacante que fica parado esperando a bola. Busco sempre receber o passe. Me espelho muito no Ricardo Oliveira, com vontade de vencer. Quando o Alex Afonso me fez o convite para voltar ao clube, eu vim por acreditar no projeto, no clube e juntamente com meus companheiros fazer o Noroeste voltar ao lugar onde nunca deveria ter saído´´, comenta o jogador.

Fonte: assessoria de imprensa do Noroeste