Copa Verde: Mimica lamenta eliminação do Remo após empate diante do Manaus

Leão paraense acabou eliminado, ainda, na primeira fase da competição nacional pela jovem equipe do futebol amazonense

Da Redação
Belém, PA, 14 de fevereiro de 2018

Nem mesmo a tradição e o peso da camisa foram capazes de manter o Remo na disputa da edição deste ano da Copa Verde. Depois da derrota por 2 a 0 no primeiro jogo, o clube paraense precisava ao menos vencer pelo mesmo placar para provocar a disputa da vaga nas penalidades. Com o empate em 1 a 1 diante do Manaus, o Leão acabou eliminado. O zagueiro Mimica, autor do gol do Azulão, lamentou o revés.

“Lutamos até o fim do jogo, mas infelizmente a bola não quis entrar. Temos também que dar parabéns ao goleiro deles (Milton Boqueirão) pela excelente partida. Futebol é assim, e infelizmente isso aconteceu com a gente. Temos que levantar a cabeça por que temos uma sequência de jogos pela frente”, explicou o zagueiro Mimica.

Apesar do gol da equipe paraense na partida, o defensor ressalta que o time do técnico Ney da Matta reunia condições para reverter o marcador que o Manaus construiu no primeiro duelo disputado na cidade de Manaus (AM). No entanto, o zagueiro entende que o momento é o de se dedicar a disputa do Campeonato Paraense e a Copa do Brasil.

“Saio triste por que sei que poderíamos presentear a nossa torcida. Mas, infelizmente não deu. Agora é focar e trabalhar por que temos mais competições pela frente”, concluiu.

Depois de perder o primeiro jogo desta primeira fase por 2 a 0 para o Manaus, na Arena da Amazônia, em Manaus (AM), o Remo precisava vencer o adversário por três gols de diferença para garantir sua classificação. Mas, o empate em 1 a 1 desclassificou os paraenses da edição deste ano da Copa Verde. Agora, o Azulão foca seus esforços nas disputas da Copa do Brasil e do Campeonato Paraense.