Especial: Estudante de medicina, Thayná Braga afirma que torcida do Atlético (MG) faz a diferença das arquibancadas

De acordo com ela, que também se arrisca nas passarelas da beleza, o comportamento do torcedor serve como estímulo para os atletas dentro das quatro linhas

Da Redação
Belo Horizonte, MG, 09 de janeiro de 2019

Há quem diga, que pelo fato de não entrar em campo, a torcida não tem lá sua influência direta com o comportamento daqueles que estão dentro das quatro linhas. Mas, para outros é elemento essencial e fundamental para o desempenho dos atletas. E compartilhando desta premissa é que a modelo e estudante de medicina Thayná Braga, 22 anos, classifica a torcida do Atlético (MG) como contagiante e emocionante. Ela também ressalta que acredita em grandes conquistas neste ano.

“O Atlético (MG) é o time do renascimento! Confesso que quando era pequena, eu não entendia muito bem. Mas, quando fui crescendo e cheguei no incio da adolescência eu vi o timão que minha família torcia e acabei virando fan! De coração mesmo. Gosto muito”, declarou a modelo e estudante de medicina Thayná Braga.

Thayná revelou que ao adentrar a Arena Independência, em Belo Horizonte (MG), para acompanhar uma partida do Galo Mineiro, o seu nível de adrenalina por conta da emoção transmitida pelos demais torcedores vai a mil. Ela também afirma que a qualidade técnica dos jogadores colabora para que a postura da torcida seja de apoio ao time o tempo inteiro, e que é uma “loucura” assistir um jogo do Atlético (MG).

“Já acompanhei alguns jogos e é muita galocura mesmo! Sentir na pele toda aquela torcida enorme gritando com o coração. A gente fica até arrepiada e sem contar que o time é excelente e conta com jogadores muito bons. Os últimos que estive no Horto foi contra o Botafogo (RJ) e Fluminense. É o melhor Galo que existe”, disse.

E por fim, ela entende que o apoio das arquibancadas faz a diferença em favor do time das Minas Gerais dentro de campo. A mesma relata que a postura e conduta dos torcedores é contagiante e emocionante. “Até porque a torcida de Minas [Gerais] sempre foi animada, contagiante e cheia de emoção à flor da pele. Acho que isso cativa ainda mais ,e faz com que o time tenha mais garra sempre a cada jogo”, concluiu.