Especial: Gabriela Benin considera “A Batalha dos Aflitos” como maior duelo da história do Grêmio

Embate diante do Náutico válido pelo Campeonato Brasileiro de 2005 valeu o retorno do Tricolor dos Pampas para a elite do futebol nacional no ano seguinte

Da Redação
Novo Hamburgo, RS, 10 de janeiro de 2019

O dia 26 de novembro de 2005 passou a fazer parte da história do Grêmio e muito lembrado por seus torcedores. Naquela data, o time, então, comandado pelo técnico Mano Menezes, atualmente no Cruzeiro, venceu de forma heroica o Náutico por 1 a 0 no estádio dos Aflitos, em Recife (PE), com quatro jogadores a menos que o adversário e garantiu, assim, o acesso para a Série A do Campeonato Brasileiro. Estudante de nutrição, Gabriela Benin, 29 anos, não hesitou em considerar este confronto como o maior da história gremista.

“Acho que a ‘Batalha dos Aflitos’ em 2005 pelo Campeonato Brasileiro da Série B foi um dos maiores da história do Grêmio. Foi inesquecível. Como diz Paulo Santana, faço das palavras dele as minhas ‘Ser Gremista é o sonho delirante de não conseguir ser na vida uma outra coisa’”, explicou Gabriela Benin, estudante de nutrição e habitante do município de Novo Hamburgo (RS).

Além da vitória histórica por 1 a 0 – gol do meia Anderson -, sobre o Timbu em 2005, Gabriela também elegeu a inauguração da Arena do Grêmio, que ocorreu em dezembro de 2012, como outro momento marcante. Naquela ocasião, o time do Rio Grande do Sul bateu o Hamburgo (ALE), adversário na decisão do Mundial Interclubes de 1983, por 2 a 1. O primeiro gol do novo estádio gremista foi anotado pelo experiente atacante André Lima, que está atualmente no Vitória.

“Fui em alguns jogos já. Mas fui na inauguração também. E foi muito lindo. Nunca vou esquecer. Trabalhei no evento na sala do presidente do Grêmio [Paulo Odone naquela época] fazendo recepção do pessoal. Desde criança sou gremista. Meu pai era muito gremista. Acho que por causa do meu pai guardo o time no coração também”, declarou Gabriela.

Por fim, a estudante gaúcha elegeu o meia Ronaldinho Gaúcho como o maior atleta que tenha visto atuar pela equipe do Grêmio. Contudo, ela afirma sentir certa mágoa daquele ex-atleta por descartar um possível retorno ao time gaúcho em 2011 para jogar no Flamengo. Sem ressentimentos, a cidadã de Novo Hamburgo (RS) entende que Renato Gaúcho é o melhor técnico do País e que o atacante Luan assume o papel de destaque da equipe.

“Nossa eu falaria o Ronaldinho Gaúcho, mas tenho raiva dele também [muito por conta da negociação que envolveu Grêmio, Flamengo e Palmeiras. Em seu desfecho, Ronaldinho optou por jogar no time do Rio de Janeiro]. Então, fico com o Luan no momento. [E pra mim], o melhor [técnico] é o Renato Gaúcho”, encerrou.

Comentários

avatar
  Subscribe  
Notify of