Especial: Modelo e apresentadora, Fabiana Britto revela paixão pelo Milan (ITA) e valoriza atuações de Ronaldinho Gaúcho

Brasileira deixou a cidade de Salvador (BA), em 2011 para morar na Itália e se tornar torcedora do italiano Milan (ITA), além de apresentar programas esportivos na televisão daquele país europeu

Da Redação
Milão, ITA, 12 de dezembro de 2018

De Salvador (BA) para Milão (ITA). Esse foi o trajeto realizado pela modelo brasileira Fabiana Britto, 30 anos, há cerca de 7 anos. Conhecida internacionalmente como cidade da moda, a beldade soteropolitana não brilha somente nas passarelas, mas também nas telinhas italianas. Destaque com alguma frequência nas capas das principais revistas da Itália, ela logo se identificou com aquele país e passou a ser torcedora do Milan.

“Vivo em Milão (ITA) há 7 anos e aos pouco fui me apaixonado por esse time Rubro-Negro. É um time onde passaram vários jogadores brasileiros e hoje em dia é o meu grande amor. O Milan é o que me faz sonhar. É a esquadra da Itália mais conhecida no mundo com muitos títulos e eu amo ver jogar o Milan. Quando o Ronaldinho Gaúcho jogava era só emoção”, disse Fabiana Britto, modelo e apresentadora de TV.

Naquele clube passaram brasileiros como Ronaldinho Gaúcho, Cafu, Thiago Silva, Serginho, Alexandre Pato e Kaká. Contudo, ela elegeu o jogo de estreia do meia-atacante brasileiro Ronaldinho com a camisa milanesa como o maior confronto do Rubro-Negro italiano que já assistiu. E não é para menos. Foi somente um Milan e Internazionale de Milão (ITA), partida válida pelo Campeonato Italiano da temporada 2008 / 2009.

“O primeiro o gol de Ronaldinho Gaúcho foi incrível. O Derbi milanês entre Milan e Inter[nazionale]. Ronaldinho com a assistência de Kaká fez o primeiro gol contra [o brasileiro] Júlio César, que defendia o Inter! Foi maravilhoso! Três brasileiros foi realmente incrível. Isso aconteceu na temporada 2008 / 2009”, explicou Fabiana.

Ela também fez questão de classificar como histórica a atuação de Ronaldinho Gaúcho naquele jogo clássico e elege o meia holandês Marco Van Basten como o maior nome da história daquele clube italiano. O Milan foi por quatro oportunidades campeão mundial e outras sete vezes campeão da Liga dos Campeões da Europa, além de 18 títulos do Campeonato Italiano.

“Sem falar dos três gols de Ronaldinho [Gaúcho] na mesma partida contra o Siena no campo do Milan, o estádio San Siro, em Milão (ITA), e que levou os torcedores a loucura. E na minha opinião o Marco Van Basten [foi o melhor jogador da história do Milan]. Ele venceu 3 balões de ouro entre os anos de 1987 e 1995”, concluiu.