Especial: Por conta de seu tio, torcedora do Palmeiras vira corintiana e elege final da Libertadores de 2012 como maior jogo do Alvinegro

Além da troca de time, a autônoma Milena Leite também afirma que o paraguaio Ángel Romero e o lateral-direito Fágner são os melhores jogadores do atual elenco

Da Redação
Guarulhos, SP, 16 de janeiro de 2019

Existem coisas que nem Freud explica. Entretanto, existem coisas que só acontecem no futebol. Este é o caso da autônoma Milena Leite, 37 anos. Ainda na infância e sob a influência de seu tio, ela resolveu trocar sua torcida pelo Palmeiras para dedicar sua preferência futebolística ao time de Parque São Jorge. Afiada, ela elegeu a partida final e histórica contra o Boca Juniors (ARG), pela Copa Libertadores de 2012, como a maior da história do Alvinegro paulista.

“Quando eu era criança, minha mãe precisava trabalhar e eu ficava na casa de um tio. E esse era corintiano roxo, E foi daí que me tornei torcedora do Corinthians. Mas, confesso um segredo. Antes de ficar na casa desse meu tio, eu gostava do Palmeiras, porém, veio o Corinthians e ganhou meu coração. Acho que se não fosse esse meu tio me ensinar a amar o ‘Timão’, eu teria sido sim palmeirense”, explicou Milena Leite.

Contudo, a empresária que comercializa há três anos suas famosas marmitas fit na cidade de Guarulhos (SP), entende que a maior partida da história do clube paulista é a que deu o inédito título da Copa Libertadores em 2012 contra o Boca Juniors (ARG). Aquele jogo foi disputado no estádio Paulo Machado de Carvalho, em São Paulo (SP), e terminou com o placar de 2 a 0.

“Estou feliz assim. E um jogo pra mim que me emocionou muito e que nunca saiu da minha mente foi a final da [Copa] Libertadores que o Corinthians venceu. Eu tenho uma palavra para resumir tudo isso. Torcer para o Corinthians é pra mim algo profundo. Eu não consigo me ver torcendo para outro time. É como se pra mim o Corinthians representasse a Seleção Brasileira”, disse Milena.

Ela também entende que o time de Parque São Jorge é o retrato da população brasileira e acredita que o atacante paraguaio Ángel Romero e o lateral-direito Fágner são os principais jogadores do Alvinegro paulista deste atual elenco. “Acho o Corinthians a cara do Brasil. Pra mim o Fágner e o Romero são os melhores por que estão jogando bem. Gostava do futebol na época do Paulinho e do Danilo. E, é claro, gosto muito do Cássio. Não é por que sou corinthiana, mas acho ele um bom goleiro. Tenho vontade de ir na Arena Corinthians, mas nunca entendi por que não fui ainda”, concluiu.